• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.81.2016.tde-18032016-105022
Documento
Autor
Nome completo
Denise Ferreira Diniz Rezende
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Trivelato, Silvia Luzia Frateschi (Presidente)
Carmo, Alex Bellucco do
Silva, João Rodrigo Santos da
Título em português
Análise das ações de uma professora na leitura e interpretação de gráficos em uma sequência de ensino investigativa de biologia
Palavras-chave em português
Ensino de Biologia
Gestos
Gráficos
Inscrições Literárias
Resumo em português
Gráficos são frequentemente utilizados para resumir e apresentar dados, tanto pelos cientistas quanto pelos meios de comunicação presentes no cotidiano dos indivíduos como um todo. Apesar disso, eles constituem-se muitas vezes como uma linguagem de difícil compreensão para muitas pessoas (CHINN; BREWER, 2001; FREEDMAN; SHAH, 2001). Alguns autores defendem que as habilidades relacionadas à leitura e interpretação de gráficos são dificilmente adquiridas e que, dessa forma, devem ser um foco explícito da instrução (BERG; SMITH, 1994). Assim, o propósito deste trabalho é o de investigar como a professora atua nos processos de leitura e interpretação de gráficos em aulas de Biologia. Partimos do pressuposto de que a leitura de gráficos consiste de uma prática social e de que sua significação, como símbolos, ocorre por meio da interação com outros símbolos, como palavras e gestos (ROTH et al., 1999). Foram analisadas áudio-vídeo-gravações de uma Sequência de Ensino Investigativo (SEI) buscando identificar o uso desses símbolos por uma professora durante a leitura e interpretação de gráficos extraídos de um artigo científico. Com base no conceito de "linguagens da ciência" (LEMKE, 1998a) os símbolos utilizados foram classificados como linguagens. Observou-se que a professora fez uso de três tipos delas no trabalho de significação desses gráficos: a linguagem verbal, a linguagem gestual e as inscrições literárias (LATOUR, 1987). Diferentes referenciais teóricos foram utilizados para analisar o uso de cada uma dessas linguagens. O referencial de Mortimer e Scott (2002) possibilitou a análise da linguagem verbal (oral) da professora. Por meio dele, pôde-se compreender como se deu a condução do discurso nas aulas analisadas. Além disso, foi possível também caracterizar as intervenções da professora desempenhadas por meio dessa linguagem. Para analisar o uso da linguagem gestual, adotou-se o referencial de Kendon (2004). Ele permitiu a classificação dos gestos identificados e a compreensão da relação entre o uso dos gestos e das inscrições literárias. Estas, que são constituídas dos próprios gráficos extraídos do artigo e de outros gráficos, produzidos na lousa, tiveram sua utilização analisada em conjunto com as outras linguagens, à luz do referencial de Márquez, Izquierdo e Espinet (2003). Isso porque foi constatado que as inscrições literárias foram utilizadas concomitantemente às linguagens verbal e/ou gestual. A análise conjunta das linguagens por meio dos referenciais adotados possibilitou o estudo de todos os símbolos utilizados. Isso, por sua vez, contribuiu para a compreensão de que as linguagens utilizadas foram articuladas de forma a conduzir os processos de leitura e interpretação dos gráficos, desempenhando funções semelhantes em grande parte das construções de significados nas enunciações porém também especializando-as.
Título em inglês
Analysis of teacher's actions in graphics reading and interpreting processes in a Biology investigative teaching sequence
Palavras-chave em inglês
Biology teaching
Gestures
Graphics
Inscriptions
Resumo em inglês
Graphics are frequently used to summarize and present data, both by scientists and the media present in daily life as a whole. Despite this, they are often a language difficult to understand for many people (CHINN; BREWER, 2001; FREEDMAN; SHAH, 2001). Some authors argue that the skills related to graphics reading and interpreting are hardly acquired and, therefore, should be an explicit focus on education (BERG; SMITH, 1994). So the purpose of this study is to investigate how the teacher acts in the processes of reading and interpreting graphs in biology classes. We assume that chart reading is a social practice and that their significance as symbols, occurs through interaction with other symbols such as words and gestures (ROTH et al., 1999). We analyzed audio-video recordings of an Investigative Teaching Sequence (SEI) trying to identify the use of these symbols by a teacher while reading and interpreting graphs extracted from a scientific paper. Based on the concept of "languages of science" (Lemke, 1998a) the symbols used were classified as languages. We noticed that the teacher used three kinds of them to significate these charts: verbal language, gestures and inscriptions (LATOUR, 1987). Different theoretical frameworks were used to analyze the use of each of these languages. The study from Mortimer and Scott (2002) enabled the analysis of teacher"s verbal (oral) language. Through him, we were able to understand how the discourse was managed in analyzed classes. Besides, it was also possible to characterize teacher"s interventions performed through this language. In order to analyze gestures" use, we adopted the framework of Kendon (2004). It allowed the identified gestures classification and also an understanding of the relationship between gestures and inscriptions use. These, which are consisted by the same graphs extracted from the scientific paper and also by other ones, designed on the blackboard, had their utilization analyzed together with the other languages, under Márquez, Izquierdo and Espinet (2003) framework. That"s because we found that inscriptions were used together with verbal language and gestures. The languages" combined analysis through the adopted frameworks enabled the study of all the used symbols. It contributed to the understanding that the used languages were articulated in order to conduct graphics" reading and interpretation, playing analogous functions in most of the meaning making processes in utterances, but also specializing them.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.