• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.81.2016.tde-24062016-160738
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Lima Merissi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Bizerra, Alessandra Fernandes (Presidente)
Amado, Manuella Villar
Haddad Junior, Hamilton
Título em português
A conservação da biodiversidade nos discursos expositivos do Zoo de Barcelona
Palavras-chave em português
Categorias de Conservação
Conservação Ambiental
Educação Não Formal
Exposições Museológicas
Resumo em português
A Educação para a Conservação é um campo de pesquisa que se dedica ao estudo das reflexões éticas e das atitudes humanas direcionadas para com o respeito que se deve ter com o ambiente, principalmente pelo estabelecimento de ações conservacionistas pautadas em interações educativas. Os Zoos, de modo geral, estão inseridos nessa perspectiva, uma vez que se apresentam como instituições de cunho educativo voltadas para a conservação da biodiversidade. No entanto, o discurso expositivo apresentado por esses aparatos culturais no Brasil, muitas vezes, não contempla tais elementos em suas exposições. Por este motivo, buscou-se a análise de exposições zoológicas também no exterior, que contemplassem discursos sobre a conservação da biodiversidade em suas exposições, tendo sido escolhida a exposição do Zoo de Barcelona, Espanha, para a realização desta investigação. A pesquisa teve por objetivos compreender como a conservação da biodiversidade é abordada na exposição deste zoológico catalão, com base na formulação de saberes de referência constituídos a partir de diferentes áreas: os Movimentos Ambientalistas, a Filosofia da Conservação e as Éticas Ambientais. Igualmente, buscou-se compreender como o discurso expositivo sobre conservação encontra-se apresentado nos aparatos expográficos distribuídos ao longo da exposição, bem como em livros e documentos. Compreendendo a investigação como um Estudo de Caso, foram acessados documentos institucionais de acesso público encontrados no site da instituição e textos presentes nos painéis expositivos. As análises foram realizadas com base no referencial teórico da Transposição Didática/Museográfica, que permite o estudo da exposição por ao menos três lógicas: a lógica do discurso; a lógica do espaço; e a lógica do gesto. Além disso, o mesmo referencial prevê o estabelecimento de um saber de referência ou saber sábio pautado no conhecimento epistemológico sobre a conservação da biodiversidade e, nesta pesquisa, no discurso de pesquisadores da área, que foram entrevistados sobre este assunto. Este saber de referência ou saber sábio possibilitou a criação de um conjunto de categorias de análise que pautou a análise do discurso expositivo apresentado pelo Zoo de Barcelona. As categorias criadas foram classificadas em duas dimensões: a dos Valores e a das Ações. Duas categorias, a Antropocêntrica e a Não antropocêntrica constituíram a Dimensão dos Valores e quatro categorias, a Desenvolvimentista, a Sustentabilista, a Sócio-humanística e a Técnico-científica constituíram a Dimensão das Ações. Os resultados apontaram que o discurso expositivo é composto predominantemente por informações Técnico-científicas e Sustentabilistas, ambas as categorias contextualizadas por uma visão não antropocêntrica de valorização da natureza. A forma como o discurso expositivo encontra-se apresentado na parte textual da exposição corrobora a linha conceitual de assuntos abordados nos grandes eventos globais promovidos pela ONU ao longo dos últimos 40 anos, sobre a conservação do meio ambiente. Categorias como a Sócio-humanística, a Antropocêntrica e a Dimensão dos Valores foram pouco abordadas. A categoria Desenvolvimentista não foi encontrada na exposição. Pelas evidências levantadas durante a análise dos dados pode-se concluir que o Zoo de Barcelona apresenta um discurso expositivo conservacionista e que há elementos suficientes na exposição para se apontar o desenvolvimento de uma Educação para a Conservação.
Título em inglês
The Biodiversity Conservation in expository speeches of the Barcelona Zoo
Palavras-chave em inglês
Conservation categories
Environmental Conservation
Museum Exhibition
Non-formal Education
Resumo em inglês
Education for Conservation is a research field dedicated to the study of ethical reflections and human attitudes directed towards the respect which must have it for the environment, especially the establishment of conservation actions based on educational interactions. Zoos, in general, are entered in this perspective, as it is presented as an educational institutions type directed to the conservation of biodiversity. Though, the expositive speech presented by this cultural mechanism in Brazil often does not include this kind of elements in its exhibitions. Therefore, it sought the zoo expositions analysis also abroad, that addressed discourses on biodiversity conservation in their expositions, which was chosen the Zoo of Barcelona' exposition, Spain, to perform this research. The research aimed to understand how biodiversity conservation is addressed in this exposition Catalan zoo, based on the formulation made up from different areas of knowledge reference: the Environmental Movement, the Conservation Philosophy and Environmental Ethics. Also, it sought to understand how the expositive speech on conservation is presented in expographic devices distributed throughout the exhibition, as well as books and documents. Understanding the investigation as a Study's Case, it was accessed institutional documents of publicly accessible found on other website and present texts in the exhibition panels. The analysis were performed based on the theoretic framework of Didactic Transposition/ Museographic, allowing the expositive study for at least three logics: the logic of speech; the logic of the space; and the management logic. Moreover, the same reference provides for the establishment of a knowledge reference or wise knowledge, guided the epistemological knowledge about the conservation of biodiversity and, in this study, the area's researchers, who were interviewed on this subject. This reference knowledge or wise knowledge allowed creating a set of categories of analysis that guided the analysis of expositive speech presented by the Zoo of Barcelona. The created categories were classified in two dimensions: Values and Actions. Two categories, Anthropocentric and non-anthropocentric composed the Values Dimension and four categories, Developmental, the Sustainable, the Socio-humanistic and technical-scientific formed the Actions Dimension. The results showed that the expositive speech consists mainly of Technical- scientific and Sustainable information, both contextualized categories by a non-anthropocentric vision of nature appreciation. The way the expositive discourse is presented in the textual part of the exhibition confirms the conceptual range of issues addressed in major global events organized by the ONU over the past 40 years on the conservation of the environment. Categories such as socio-humanistic, the Anthropocentric and Dimension Values were rarely addressed. The Developmental category was not found in the exposition. The evidence gathered during the data analysis can be concluded that the Zoo of Barcelona presents a conservation exhibition speech and that there are sufficient elements in the exhibition to point out the development of an Education for Conservation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-06-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.