• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.82.2013.tde-15102013-133949
Documento
Autor
Nome completo
Celene Marques Bussadori
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2013
Orientador
Banca examinadora
Gaspar, Ana Maria Minarelli (Presidente)
Capote, Ticiana Sidorenko de Oliveira
Sacramento, Luis Vitor Silva do
Título em português
Avaliação de enxaguatório bucais na atividade biológica do biofilme formado em braquetes ortodônticos
Palavras-chave em português
Antissépticos bucais
Bactérias
Biofilmes
Braquetes ortodônticos
Saúde bucal
Resumo em português
Na Odontologia, existe uma grande preocupação com a formação de placa bacteriana ou biofilme devido ao seu potencial cariogênico. Essa atenção se estende à ortodontia, devido ao acúmulo de biofilme formado nos aparelhos ortodônticos, tanto nos aparelhos removíveis quanto nos aparelhos fixos. É muito comum a presença de lesões brancas após a remoção dos bráquetes, em torno de 50 a 75% dos pacientes, provocadas pela presença do biofilme. É necessário um controle químico e mecânico rigoroso, a fim de se evitar alterações irreversíveis nos dentes e periodonto. O controle mecânico se dá pela escovação adequada, pelo correto uso de fio dental e pela frequência desses hábitos, além, claro, de um acompanhamento profissional periódico. O controle químico pode ser viabilizado pelo uso de enxaguatórios bucais, nos quais residem alguns efeitos indesejáveis e contraindicações relacionadas ao uso e à idade dos pacientes. Este estudo tem como objetivo avaliar comparativamente dois enxaguatórios bucais, um de natureza comercial (Cepacol®), e outro não comercial, elaborado com extratos hidroalcoólicos das plantas Nasturtium officinale (agrião), Rosmarinus offinalis (alecrim), Tabebuia impetiginosa (ipê roxo), Achillea millefolium (mil folhas) e Plantago major (tanchagem), desenvolvido na Faculdade de Ciências Farmacêuticas/UNESP Araraquara. Foram selecionados 40 pacientes, jovens e adultos, entre 18 e 45 anos, usuários de aparelho ortodôntico corretivo (fixo), divididos em dois grupos, o grupo do Cepacol e o grupo do Enxaguatório base de plantas. Foram coletadas amostras nos períodos de 0, 7, 15 e 21 dias e analisadas observando-se as Unidades Formadoras de Colônia (UFC) de cada amostra. Houve uma queda significativa da quantidade de bactérias após o uso do Enxaguatório à base de plantas, revelando um produto de extrema utilidade no auxílio do controle do biofilme bacteriano nas superfícies dentárias.
Título em inglês
Evaluation of oral Rinses in biological activity of biofilm formed in orthodontic brackets
Palavras-chave em inglês
Bactéria
Biofilms
Mouthwash
Oral health
Orthodontic brackets
Resumo em inglês
In dentistry, there is a great concern with the formation of plaque or biofilm, due to its cariogenic potential. This attention extends to orthodontics due to the accumulation of biofilm on orthodontic appliances, removable appliances as much in the brackets. It is very common the presence of white spots after removal of the brackets, around 50 to 75% of patients, which are caused by biofilms. It takes a rigorous mechanical and chemical control in order to avoid irreversible changes in the teeth and periodontium. The mechanical control is by proper brushing, correct flossing and also the frequency of these habits, besides, of course, a periodical professional monitoring. Chemical control can be achieved by the use of mouthwashes, home to some undesirable effects and contraindications related to the use and age of patients. This study aimed to assess two mouthwashes, a commercial type (Cepacol ®) and other non-commercial, made with hydroalcoholic extracts of plants Nasturtium officinale (watercress), offinalis Rosmarinus (rosemary), Tabebuia impetiginosa ( purple ipe), Achillea millefolium (thousand leaves) and Plantago major (plantain), developed at the Faculty of Pharmaceutical Sciences / UNESP Araraquara. We selected 40 patients, young and adults between 18 and 45 years, users of orthodontic appliance (fixed), divided into two groups, the Cepacol group and the group of herbal mouthwash. Samples were collected during periods of 0, 7,15 and 21 days and analyzed by observing the Colony Forming Units (CFU) of each sample. There was a significant decrease in the amount of bacteria after using herbal mouthwash, revealing a product of the utmost use in aiding the control of bacterial biofilms on tooth surfaces.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.