• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.82.2011.tde-17072012-151625
Documento
Autor
Nome completo
Daiane Clara Esteves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2011
Orientador
Banca examinadora
Teles, Lídia Cristina da Silva (Presidente)
Fabron, Eliana Maria Gradim
Silva, Orivaldo Lopes da
Título em português
A influência da hidratação sistêmica na qualidade vocal
Palavras-chave em português
Acústica
Hidratação
Perceptivo-auditiva
Voz
Resumo em português
A água é o principal componente do ser humano, a falta desse elemento pode resultar em consequências negativas, como o comprometimento do funcionamento de órgãos e sistemas ou até a morte. Considerando a hidratação um hábito essencial para a saúde do corpo, qual a sua relação com a saúde vocal? O objetivo do presente estudo foi verificar se as mudanças no estado de hidratação sistêmica dos indivíduos influenciam na qualidade vocal antes e após o uso contínuo da voz. Participaram desse estudo 13 indivíduos do sexo masculino, estudantes da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo USP, com média de idade de 21,31 ± 2,10 anos e IMC de 22,44 ± 2,04 kg/'M POT.2'. Os participantes foram submetidos a três avaliações não consecutivas em diferentes estados de hidratação sistêmica. Avaliação 1, hidratados, para tanto, os indivíduos foram orientados a ingerir a quantidade de 3,0 litros de água no dia anterior a avaliação e 1,5 litros na manhã do dia da avaliação. Avaliação 2, desidratados, os indivíduos foram orientados a não ingerir água ou líquidos das 22:00 horas do dia anterior até a manhã do dia da avaliação. Avaliação 3, desidratação por exercício físico, a orientação de ingestão de água foi igual a Avaliação 2 e para induzir ainda mais a desidratação, os indivíduos foram submetidos a exercício em esteira por 40 minutos. Nas 3 avaliações os procedimentos foram: gravação da voz em computador, para posteriores avaliações acústica e perceptivo-auditiva da voz; e coleta de urina, para verificação dos estados de hidratação. Para a análise da urina foram utilizados dois métodos: a gravidade específica e coloração da urina. Para a análise acústica da voz foi utilizado o programa MDVP com as medidas da frequência fundamental, jitter, shimmer e proporção harmônico ruído utilizando-se a vogal /a/ sustentada. A avaliação perceptivo-auditiva da voz foi realizada por uma fonoaudióloga especialista em voz, por meio das gravações da contagem de números. Os resultados da análise da urina confirmaram os diferentes estados de hidratação sistêmica e apresentaram forte correlação entre os métodos da gravidade e da coloração da urina. Os resultados da análise acústica indicaram valores de jitter acima da referência na desidratação tanto antes como após o uso contínuo de fala; maior valor médio de jitter antes da leitura no 9 estado de desidratação; aumento da frequência fundamental após leitura no estado de desidratação. Não foram observadas alterações significativas nas medidas de shimmer e na proporção harmônico ruído. A avaliação perceptivo-auditiva apontou melhora da qualidade vocal após leitura no estado de hidratação. As mudanças vocais observadas nos diferentes estados de hidratação sistêmica confirmaram que a hidratação traz benefícios para a voz.
Título em inglês
The influence of the systemic hydration on voice quality
Palavras-chave em inglês
Acoustics
Auditive-perceptual
Hydration
Voice
Resumo em inglês
Water is the main component of the human being, the lack of this element can result in negative consequences such as impaired functioning of organs and systems or even death. Considering hydration as an essential habit to the health of body, which is its relationship with vocal health? The aim of this study was to determine whether changes in systemic hydration status of individuals can influence the voice quality before and after continuous use of voice. In this study, 13 male students of the School of Engineering of the University of São Paulo-USP, with a average age of 21.31 ± 2.10 years and BMI 22.44 ± 2.04 kg/'M POT.2'. The participants were subject to three, nonconsecutive assessments, at different status of systemic hydration: Evaluation 1, hydrated, the subjects were instructed to drink 3 liters of water the day before the evaluation and 1.5 liters in the morning of the evaluation. Evaluation 2, dehydrated, subjects were instructed not to drink water or liquids from 10pm the day before until the morning of the evaluation. Evaluation 3, dehydration by physical exercise, the orientation of water intake was equal to evaluation 2 and to induce further dehydration, the subjects were subjected to a treadmill exercise during 40 minutes. At the 3 evaluations, the procedures were: voice recording on computer for subsequent acoustic and auditive-perceptual evaluations and urine collect to verify the hydration levels. For the urine analysis were used two methods: the specific gravity of the urine and its color. For the acoustic voice analysis the program MDVP was used to measures of fundamental frequency, jitter, shimmer and harmonic noise using the sustained vowel /a/. The auditive-perceptual evaluation of voice was performed by a Speech Therapist specialized in voice studies, through the recordings of the counting numbers. The results of urine analysis confirmed the different levels of hydration and both specific gravity and color of the urine showed a strong correlation. The results of acoustic analysis indicated jitter values above the reference in the dehydration both before and after reading, higher average jitter value before reading in the state of dehydration, also increasing fundamental frequency. There were no significant changes in measures of shimmer and harmonic noise. 11 The perceptual assessment of voice quality showed a improvement after reading during the state of hydration. Vocal changes observed in the different states of systemic hydration confirmed that hydration is beneficial to the voice.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-07-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.