• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.83.2011.tde-18072011-133027
Documento
Autor
Nome completo
Silmara Elaine Malaguti Toffano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Gir, Elucir (Presidente)
Canini, Silvia Rita Marin da Silva
Galvão, Marli Teresinha Gimeniz
Pereira, Milca Severino
Santos, Claudia Benedita dos
Título em português
Adesão às precauções-padrão de profissionais de enfermagem de um hospital universitário
Palavras-chave em português
Acidentes ocupacionais
Enfermagem
Precauções-Universais
Riscos ocupacionais
Resumo em português
As Precauções-Padrão (PP) são consideradas como as principais medidas de prevenção à exposição com material biológico potencialmente contaminado e a adesão as PP contribui significativamente para reduzir esses riscos. Este estudo teve como objetivo descrever e comparar os escores de adesão às PP de profissionais de enfermagem que atuavam nas unidades de internação de um hospital universitário. Trata-se de um estudo transversal, comparativo e quantitativo, realizado em um hospital de ensino do interior do estado de São Paulo, Brasil. A amostra de 290 sujeitos foi calculada e sorteada segundo um plano amostral estratificado (alfa =0,01; número de preditores = 3, sendo, tempo de exercício na profissão, carga horária semanal, categoria profissional, effect size = 0,08, poder 0,99). Critérios de inclusão: exercer no mínimo seis meses de trabalho na função de enfermeiro, técnico ou auxiliar de enfermagem na instituição; estar lotado na unidade selecionada para a realização do estudo; prestar assistência direta aos doentes. Critérios de exclusão: exercer exclusivamente atividades administrativas; estar em férias, licença-saúde ou afastamento. Utilizou-se um formulário contendo variáveis demográficas e a escala psicométrica de adesão às PP, desenvolvido por Gershon et al. (1995), traduzida e validada por Brevidelli e Cianciarullo (2009), no total de 13 ítens, cujas opções variam segundo uma escala Likert de cinco pontos. A coleta de dados foi realizada entre 01 de setembro de 2009 a 31 de março de 2010 e os profissionais abordados e entrevistados em seu próprio turno de trabalho. A análise dos dados foi efetuada por meio do software Social Package for Social Science (SPSS), versão 15.0. Participaram do estudo 256 profissionais de enfermagem, sendo 178 (69,5%) auxiliares de enfermagem, 27 (10,5%) técnicos e 51 (19,9%) enfermeiros. A confiabilidade da escala de adesão às PP, cujo resultado de 0,70, foi considerado satisfatório. Os resultados apontaram que 152 (59,4%) profissionais apresentaram escores médios altos para a adesão às PP, igual ou acima de 4,5; 98 (38,3%) escores intermediários, entre 3,5 a 4,49 e 06 (2,3%) baixos, ou seja, menores que 3,5. Verificou-se que 50 (19,5%) informaram ter menos de 05 anos na profissão, 83 (32,4%) entre 05 e 10 anos e a maioria, 123 (48,0%), mais que 10 anos na profissão. A análise dos escores de adesão às PP e tempo na profissão mostrou fraca correlação (r=0,629; p=0,395). A análise dos escores de adesão às PP dos profissionais de saúde segundo a carga horária semanal também apontou que houve fraca correlação (r = - 0,070; p = 0,266). Entre profissionais expostos ou não a material biológico não houve diferenças nos escores de adesão às PP. Os resultados apontaram alta e intermediária adesão às PP dos profissionais de enfermagem, entretanto, não houve diferenças estatisticamente significativas entre os escores segundo a categoria profissional, tempo na profissão, carga horária semanal ou setores de trabalho ou exposição prévia ao material biológico.
Título em inglês
Adherence to Standard Precautions for healthcare professionals from a university hospital
Palavras-chave em inglês
Nurses
Occupational Risks
Universal Precautions
Resumo em inglês
The Standard Precautions (SP) are considered as key measures for preventing exposure to potentially contaminated biological material adhesion to the PP and contributes significantly to reducing these risks. This study aimed to describe and compare the scores of adherence to the SP of nurses who worked in inpatient units of a university hospital. This is a cross-sectional, comparative and quantitative, carried out in a teaching hospital in the state of São Paulo, Brazil. The sample of 290 subjects was calculated and drawn in a plane stratified sample (alpha = 0.01, 3 = number of predictors, being, exercise time in the profession, weekly workload, professional category, effect size = 0.08; power 0.99). Inclusion criteria: exercise at least six months working in the role of nurse, technician or nursing assistant in the institution was packed in the unit selected for the study, provide direct care to patients. Exclusion criteria: exercise exclusive administrative activities; be on vacation, sick leave or removal. We used a form containing demographic and psychometric scale for adherence to the SP, developed by Gershon et al. (1995), translated and validated by Brevidelli and Cianciarullo (2009), totaling 13 items, whose options vary according to a five-point Likert scale. Data collection was conducted between September 1, 2009 to 31 March 2010 and discussed the pros and interviewed in their own shift. Data analysis was performed using the software Social Package for Social Sciences (SPSS) version 15.0. The study included 256 nurses, of which 178 (69.5%) nursing assistants, 27 (10.5%) technicians and 51 (19.9%) nurses. The reability scale adhesion to SP, which results of 0.70, was considered satisfactory. The results showed that 152 (59,4%) professionals had higher mean scores for adherence to SP equal to or above 4.5, 98 (38.3%) scores intermediate between 3.5 and 4.49 and 06 (2 3%) low , less than 3.5. It was found that 50 (19.5%) reported having less than 05 years in the profession, 83 (32.4%) between 05 and 10 years and the majority, 123 (48.0%), more than 10 years in the profession. The mean score for adherence to SP and length of service showed a weak correlation (r=0,629; p=0,395). Analysis of the scores of compliance with standard precautions for health professionals according to weekly working hours also pointed out that there was a weak correlation (r = - 0,070; p = 0,266). Among workers exposed to biological material or not there were differences in scores for adhesion to SP. The results showed high, intermediate, and high adhesion to SP nursing professionals, however, no significant statistically differences between scores by professional category, length of service, weekly or sectors of work or exhibition prior to the biological material.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.