• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.83.2008.tde-19032008-163504
Documento
Autor
Nome completo
Luzia Elaine Galdeano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Rossi, Lidia Aparecida (Presidente)
Almeida, Fabiane de Amorim
Carvalho, Rachel de
Dalri, Maria Celia Barcellos
Dantas, Rosana Aparecida Spadoti
Título em português
Validação do diagnóstico de enfermagem conhecimento deficiente em relação à doença arterial coronariana e à revascularização do miocárdio
Palavras-chave em português
Conhecimento
Diagnóstico de enfermagem
Educação do paciente
Estudos de validação
Revascularização miocárdica
Resumo em português
Este estudo teve como principais objetivos realizar a validação de conteúdo e a validação clínica das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Conhecimento deficiente em relação à doença arterial coronariana e à revascularização do miocárdio. Foram utilizados os modelos de validação de conteúdo e de validação clínica focado no paciente, propostos por Fehring (1987). Validação de conteúdo (1ªetapa do estudo) - foram convidados a participar dessa etapa 50 enfermeiros expertos em diagnósticos de enfermagem, em assistência a pacientes com problemas cardiológicos e/ou na área da educação. Para essa etapa, foi utilizado instrumento, constituído das características definidoras do Conhecimento deficiente e de suas respectivas definições operacionais. As características definidoras, classificadas como principais pelos expertos foram: verbalização do problema (0,96), desempenho inadequado em teste (0,83) e expressar percepção incorreta acerca do seu estado de saúde (0,83). As características classificadas como secundárias foram: seguimento inadequado de instruções (0,71), memorização de informação deficiente (0,71), indicadores nãoverbais de baixo entendimento (0,69), questionamento repetitivo (0,68), desvalorização das informações (0,64), não seguir a terapêutica prescrita (0,56), indicadores não-verbais de falta de atenção (0,56), falta de integração do plano de tratamento às atividades diárias (0,53) e expressar alteração psicológica (ansiedade, depressão) (0,51). A característica comportamentos impróprios ou exagerados (0,34) foi considerada insuficiente para caracterizar o conhecimento deficiente. Validação clínica (2ªetapa do estudo) - participaram dessa etapa 80 pacientes adultos que se encontravam no período pré-operatório de revascularização do miocárdio. Essa etapa foi realizada no Hospital Beneficência Portuguesa do município de São Paulo. Foram utilizados seis instrumentos: Questionário para avaliação geral, Mini-exame do estado mental, Escala hospitalar de ansiedade e depressão, Questionário para avaliação do conhecimento em relação à doença e ao tratamento, Questionário para avaliação da valorização de informações e Escala de autoavaliação. Todos os instrumentos de coleta de dados, utilizados nessa etapa e preenchidos pela pesquisadora, foram entregues a um enfermeiro especialista com o objetivo de verificar a concordância entre esses dois profissionais na identificação das características definidoras. As características identificadas com freqüência superior a 50%, tanto pela pesquisadora como pelo enfermeiro especialista, foram: desempenho inadequado em teste e expressar alteração psicológica. Com exceção da característica verbalização do problema, na qual se obteve 27,5% de concordância entre os dois profissionais, em todas as outras foram obtidos índices de concordância superior a 68%. As características definidoras nas quais foram obtidos maiores coeficientes de confiabilidade foram desempenho inadequado em teste e expressar percepção incorreta acerca do seu estado de saúde (R = 0,91). As características definidoras nas quais foram obtidos menores coeficientes de confiabilidade foram: indicadores não-verbais de falta de atenção (R = 0,05) e indicadores nãoverbais de baixo entendimento (R = 0,06). Apenas quatro (5%) pacientes apresentaram desempenho adequado no questionário para medir conhecimento em relação à doença e ao tratamento. Pode-se concluir que as características definidoras desempenho inadequado em teste e expressar percepção incorreta acerca do seu estado de saúde constituem as melhores manifestações do Conhecimento deficiente visto que foram classificadas, na 1ªetapa do estudo como características principais e foram identificadas, na 2ªetapa do estudo, com grande freqüência
Título em inglês
Validation of the nursing diagnosis Deficient Knowledge related to coronary artery disease and coronary artery bypass grafting
Palavras-chave em inglês
Knowledge
Myocardial Revascularization
Nursing Diagnosis
Patient Education
Validation Studies
Resumo em inglês
The main goals of this research were the content and clinical validation of the defining characteristics of the nursing diagnosis Deficient knowledge in relation to coronary artery disease and coronary artery bypass grafting. The Diagnostic Content Validation Model and the patient-focused Clinical Diagnostic Validity Model proposed by Fehring (1987) were used. Content validation (1st phase of the study) - to participate in this phase, 50 nurses were invited who were experts in nursing diagnosis, care delivery to patients with heart problems and/or education. For this phase, an instrument was used, comprising the defining characteristics of Deficient knowledge and their respective operational definitions. The experts classified the following as the main defining characteristics: verbalization of the problem (0.96), inaccurate performance of test (0.83) and expressing mistaken perception about health condition (0.83). The following characteristics were classified as secondary: inaccurate follow-through of instruction (0.71), lack of information recall (0.71), non-verbal indicators of low understanding level (0.69), repetitive questioning (0.68), information devaluation (0.64), not following the prescribed treatment (0.56), non-verbal indicators of lack of attention (0.56), lack of integration of treatment plan into daily activities (0.53) and expressing psychological change (anxiety, depression) (0.51). Inappropriate or exaggerated behaviors (0.34) was considered insufficient to characterize Deficient knowledge. Clinical validation (2nd phase of the study) - study participants in this phase were 80 adult patients in the preoperative period of coronary artery bypass grafting. This phase was carried out at the Beneficência Portuguesa Hospital in São Paulo City. Six instruments were used: General assessment questionnaire, Mini mental state examination, Hospital anxiety and depression scale, Questionnaire for knowledge assessment related to the disease and treatment, Questionnaire to assess information valuation and Self-assessment scale. All data collection instruments used in this phase and filled out by the researcher were passed to a specialized nurse, with a view to verifying the agreement between these two professionals in the identification of the defining characteristics. The following characteristics were identified by the researcher as well as by the specialized nurses with frequencies of more than 50%: inaccurate performance of test and expressing psychological change. Except for the verbalization of the problem characteristic, for which 27.5% of agreement was obtained between the two professionals, agreement rates exceeded 68% on all other characteristics. The defining characteristics with the highest reliability coefficients were inaccurate performance of test and expressing mistaken perception about health condition (R = 0.91). The defining characteristics with the lowest reliability coefficients were: non-verbal indicators of lack of attention (R = 0.05) and nonverbal indicators of low understanding level (R = 0.06). Only four (5%) patients displayed adequate performance on the questionnaire for knowledge assessment related to the disease and treatment. It can be concluded that the defining characteristics inaccurate performance of test and expressing mistaken perception about health condition constitute the best manifestations of Deficient knowledge, as they were identified in the 1st phase of the study as the main characteristics and were identified with high frequency levels in the 2nd phase
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Luziaelainegaldeano.pdf (583.01 Kbytes)
Data de Publicação
2008-05-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.