• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.83.2011.tde-31102011-101146
Documento
Autor
Nome completo
Flaviana Regina Pimenta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Canini, Silvia Rita Marin da Silva (Presidente)
Gir, Elucir
Hayashida, Miyeko
Reis, Renata Karina
Silva, Magda Fabbri Isaac
Título em português
Profissionais de enfermagem vítimas de acidentes com material biológico de um hospital de ensino do interior paulista: atendimento e seguimento clínico especializado
Palavras-chave em português
Acidentes de Trabalho
Condutas Terapêuticas
Equipe de Enfermagem
Exposição a Agentes Biológicos
Resumo em português
Introdução: a transmissão ocupacional do HIV, HBV e HCV aos profissionais da área da saúde é um fato concreto. Objetivos: avaliar a conduta dos profissionais de enfermagem vítimas de acidentes com material biológico de um hospital de ensino do interior paulista em relação ao atendimento e seguimento clínico especializado. Material e método: trata-se de um estudo de corte transversal aprovado pelos Comitês de Ética em Pesquisa do referido hospital e da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. A população do estudo foi composta por 1.215 profissionais de enfermagem, que foram entrevistados no período de 01 de junho de 2010 a 30 de maio de 2011. Resultados: dos 1.215 profissionais da equipe de enfermagem entrevistados, 636 (52,3%) sofreram pelo menos um acidente com material biológico ao longo de sua experiência profissional, 454 (71,4%) procuraram pelo atendimento especializado no Ambulatório de Acidente Ocupacional ao Profissional da Saúde (AOPS) e 26 (5,7%) interromperam o seguimento clínico antes do período recomendado e os motivos mais frequentemente relatados foram atendimento demorado (26,9%), sorologia do paciente fonte negativa (23,1%) e (15,4%) esquecimento. 168 (37,0%) profissionais acidentados tiveram indicação de antirretrovirais, sendo que 109 (64,9%) tiveram efeitos adversos e 52 (31,0%) abandonaram a terapêutica. Apresentar efeitos adversos foi o motivo mais frequentemente relatado para interrupção dos antirretrovirais (94,3%). Ressalta-se que 182 profissionais acidentados não procuraram atendimento no AOPS e a maioria 115 (63,2%) relatou não tê-lo procurado, pois acreditavam que o acidente era de baixo risco. Conclusão: identificar os motivos que levam os profissionais a não procurar atendimento, bem como completar a terapêutica e o seguimento clínico pode contribuir para a proposição de estratégias capazes de aumentar a adesão dos profissionais às medidas profiláticas após exposição ocupacional a material biológico, e consequentemente minimizar o risco de soroconversão ao HIV e HBV e identificar precocemente a soroconversão para o HCV, uma vez que não existe, até o momento, quimioprofilaxia para minimizar o risco de soroconversão para este vírus.
Título em inglês
Nursing professionals from a teaching hospital in the interior of the state of São Paulo, Brazil, who were victims of accidents with biological material: care and specialized clinical follow-up
Palavras-chave em inglês
Exposure to Biological Agents
Nursing Team
Occupational Accidents
Therapeutic Approaches
Resumo em inglês
Introduction: occupational transmission of HIV, HBV and HCV to health professionals is a concrete fact. Objectives: to evaluate the conduct of nursing professionals from a teaching hospital in the interior of the state of São Paulo, Brazil, who were victims of accidents with biological material in relation to the care and specialized clinical follow-up. Material and method: it is a cross-sectional study which was approved by the Research Ethics Committees of the studied Hospital and of the Ribeirão Preto College of Nursing, University of São Paulo. The study population consisted of 1,215 nursing professionals, who were interviewed in the period from June, 1st 2010 to May, 30rd 2011. Results: of the 1,215 nursing professionals interviewed, 636 (52.3%) have experienced at least one accident with biological material throughout their professional experience, 454 (71.4%) sought specialized care at the Outpatient Clinic for Occupational Accident among Health Care Workers (AOPS) and 26 (5.7%) discontinued the clinical follow-up before the recommended period, and the reasons most frequently reported were delayed care (26.9%), patients with negative serology (23.1%) and forgetfulness (15.4%). 168 injured professionals (37.0%) had an indication for antiretroviral therapy, being that 109 (64.9%) of them had adverse effects and 52 (31.0%) abandoned therapy. Having adverse effects was the most frequently reported reason for discontinuation of antiretrovirals (94.3%). It is highlighted that 182 injured professionals did not seek care at the AOPS and the majority, i.e. 115 (63.2%) professionals, reported not seeking it, because they believed that the accident was at low risk. Conclusion: identifying the reasons why professionals do not seek care and not complete the treatment and the clinical follow-up may contribute to the proposition of strategies to increase professionals' adherence to the prophylaxis measures after occupational exposure to biological material, and therefore minimize the risk of seroconversion to HIV and HBV, and identify early HCV seroconversion, since there is not, so far, chemoprophylaxis to minimize the risk of seroconversion to this virus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.