• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.85.2010.tde-12082011-092015
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Nunes da Cruz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Sabato, Susy Frey (Presidente)
Okita, Fernanda Helena Gonçalves Peroni
Rela, Paulo Roberto
Título em português
Estudo de tratamentos fitossanitários na manga (Mangífera indica L.) para exportação
Palavras-chave em português
manga
radiação gama
tratamento fitossanitário
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo verificar e comparar o comportamento químico e físico-químico da manga cv. Tommy Atkins submetida aos tratamentos hidrotérmico e a irradiação nas doses 0,4 kGy e 1,0 kGy, a fim de complementar os estudos feitos por SABATO et al (2009) no teste de transporte real de mangas irradiadas do Brasil para o Canadá. Esses estudos permitiram comparar o desempenho da irradiação com o tratamento térmico quanto à preservação das características da manga destinada à exportação. Para tanto as mangas foram divididas em grupos: controle; banho térmico (46°C por 90 min); dose 0,4 kGy e dose 1,0 kGy. Os frutos foram mantidos em câmara fria (11°C ± 2) por 14 dias, e, posteriormente, a temperatura ambiente (23°C ±2) até o fim de sua vida útil. Durante o período de armazenamento a baixa temperatura, as análise foram realizadas em intervalos de 7 dias; e a cada 3 dias, quando mantidos a temperatura ambiente. Os resultados indicaram que a dose de 1,0 kGy foi o único grupo que manteve os frutos com a coloração da casca no estágio 3 durante todo período do experimento, porém promoveu uma maior perda de textura e degradação nos teores de acidez total titulável nos frutos ainda verdes. Notou-se que somente o grupo controle apresentou teores mais altos de ácido cítrico e succínico no último dia de experimento. Não houve diferenças significativas nos valores de sólidos solúveis totais, açúcares totais e avaliação de massa fresca em relação aos tratamentos avaliados. A análise de observação visual indicou que o grupo do banho térmico foi o que obteve o maior número de descarte dos frutos por decomposição com, aproximadamente, 55%. Concluiu-se que a irradiação é mais efetiva para a preservação da qualidade de mangas cv. Tommy Atkins, diminuindo o surgimento de podridões ou murchamento em relação ao tratamento térmico. Entretanto, a preservação da qualidade extrínseca do fruto não é concomitantemente influenciada pelas suas características intrínsecas, uma vez que, internamente, os frutos continuam seu amadurecimento normal, independente da dose aplicada.
Título em inglês
Study of quarantine treatment in mango (Mangífera indica L.) for export
Palavras-chave em inglês
gamma radiation
mango
quarantine treatment
Resumo em inglês
The purpose of the present study was to verify and compare the chemical and physical-chemical behaviour of mango cv. Tommy Atkins subjected to hydrothermal treatment and irradiation at doses 0.4 and 1.0 kGy, to complement the studies by SABATO et al (2009) in the real transport of irradiated mangoes from Brazil to Canada. These studies allowed to compare the performance of irradiation with heat treatment on the preservation of the characteristics of mango for export. For these reason fruits were divided into groups: control, heat bath (46 ° C for 90 min), at dose 0.4 kGy and at dose 1.0 kGy. The fruits were stored at low temperature (11 ° C ± 2) for 14 days, and then at room temperature (23 ° C ± 2) until the end of its useful life. During the period of cold storage the analysis were performed at intervals of 7 days and every 3 days when kept at room temperature. The results indicated that the dose of 1.0 kGy was the only group that kept the fruit with the skin color on stage 3 throughout the experimental period, but provided a greater loss of texture degradation and the levels of total acidity in the fruits with green skin. It was noted that only the control group showed higher levels of citric acid and succinic acid in the last day of the experiment. There were no significant differences in soluble solids, total sugars and evaluation of weight in relation to treatments. The analysis of visual observation indicated that the heat bath group was the one with the highest number of fruit drop by decomposition with approximately 55%. It was concluded that irradiation is more effective in preserving the quality of mangoes cv. Tommy Atkins, reducing the appearance of rot or shriveling in relation to heat treatment. However, the preservation of the skin of fruit is not concurrently influenced by its intrinsic nature, since, internally, the fruits continue their normal maturation, independent of the applied dose.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2010CruzEstudo.pdf (1.27 Mbytes)
Data de Publicação
2011-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.