• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.85.2013.tde-20012014-134632
Documento
Autor
Nombre completo
Gisela de Assis Martini
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2013
Director
Tribunal
Rogero, José Roberto (Presidente)
Azevedo, Juliana de Souza
Cotrim, Marycel Elena Barboza
Título en portugués
Avaliação da citotoxicidade do Dietiltoluamida (DEET) em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758) irradiados e não irradiados com radiação gama de 60Co
Palabras clave en portugués
dietiltoluamida
ecotoxicidade
mexilhão Perna perna
radiação gama
Resumen en portugués
Estudos recentes têm identificado a presença de diversos poluentes emergentes em ambientes aquáticos. A ocorrência em diferentes matrizes ambientais tem sido continuamente relatada, o que evidencia a necessidade de estudos de toxicidade. O DEET (N,N-dietil-meta-toluamida) é o princípio ativo mais utilizado em repelentes de insetos e está presente em diversas formulações comercialmente disponíveis. Além dos poluentes químicos, os organismos aquáticos estão sujeitos à exposição da radiação ionizante proveniente de fontes naturais ou em proximidades de instalações de usinas nucleares. O presente estudo avaliou a toxicidade do DEET em organismos irradiados e não irradiados com radiação gama de 60Co, e os efeitos que a radiação causa sob os lisossomos de hemócitos do mexilhão Perna perna. Para isso, foram realizados ensaios de toxicidade aguda para identificar a concentração de DEET e a dose de radiação gama passíveis de causar mortalidade, e posteriormente ensaios de citotoxicidade avaliando a estabilidade da membrana lisossômica em organismos expostos ao DEET e radiação ionizante. De acordo com os resultados obtidos nos ensaios de toxicidade aguda, a concentração de DEET que causa mortalidade em 50% dos organismos expostos (CL50) é de 114,27 mg L-1, e a dose de radiação que causa mortalidade (DL50) é de 1068 Gy. Nos os ensaios de citotoxicidade obteve-se a concentração de efeito não observado (CENO) para organismos irradiados e não irradiados de 0,0001 mg L-1 e a concentração de efeito observado (CEO) em concentrações acima desta. A CI25(72h) para organismos não irradiados foi de 0,0003 mg L-1 e a CI50(72h) foi de 0,0008 mg L-1 para organismos irradiados e não irradiados. Apesar das concentrações de efeito encontradas no presente estudo terem sido mais altas que as ambientais, estão na mesma ordem de grandeza e também deve-se levar em consideração os possíveis efeitos sinérgicos do DEET com outros contaminantes presentes em ambiente aquático.
Título en inglés
Cytotoxicity evaluation of Diethyltoluamide (DEET) in Perna perna (Linnaeus, 1758) mussels non-irradiated and irradiated with 60Co gamma radiation
Palabras clave en inglés
diethyltoluamide
ecotoxicity
gamma radiation
Perna perna mussel
Resumen en inglés
Recent studies have identified the presence of several emerging pollutants in aquatic environments. The occurrence in different environmental matrices has been continuously reported, highlighting the need for toxicity studies. The DEET (N,N-diethyl-meta-toluamide) is the active ingredient used in most insect repellents, and is present in many commercially available formulations. Apart from chemical pollutants, aquatic organisms are subject to exposure of ionizing radiation from natural sources or in the vicinity of nuclear power plants. The present study evaluated the toxicity of DEET in organisms irradiated and non-irradiated with 60Co gamma radiation, and the effects that radiation causes in lysosomes of hemocytes of Perna perna mussel. For this purpose, assays were performed to identify the acute toxicity of DEET concentration and the dose of gamma radiation able to cause mortality. Subsequently, cytotoxicity assays were carried out to assess the stability of the lysosomal membrane in organisms exposed to ionizing radiation and DEET. According to the results obtained in acute toxicity tests, the concentration of DEET that causes mortality of 50% exposed organisms (LC50) is 114,27 mg L-1, and the radiation dose that causes mortality (LD50) is 1068 Gy. In the cytotoxicity assays, the concentration of the non-observed effect (NOEC) for irradiated and non-irradiated organisms 0.0001 mg L-1 and observed effect concentration (LOEC) at concentrations above this. The IC25 (72h) for non-irradiated organisms was 0.0003 mg L-1 and IC50 (72h) was 0.0008 mg L-1 for irradiated and non-irradiated organisms. Despite of the concentrations of effect found in this study were higher than in the environment, both measurements are in the same order of magnitude and should be also take into account the possible synergistic effects of DEET with other contaminants in the aquatic environment.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-02-05
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.