• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Tiago Cesar dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Lugão, Ademar Benévolo (Presidente)
Azoubel, Roberta
Bicalho, Sheyla Maria de Castro Maximo
Título em português
Liberação e permeação dérmica "in vitro" de hidrogel de cafeína em comparação ao uso de papaína como promotora de permeação
Palavras-chave em português
cafeína
hidrogel
papaína
permeação
Resumo em português
Muitas estratégias são indicadas a fim de suplantar a baixa permeabilidade de fármacos através da epiderme, umas delas, a de incluir promotores de penetração em formulações farmacêuticas e/ou cosméticas, formulados em sistemas terapêuticos transdérmicos (TTS). Estas substâncias são passíveis de modificar os domínios proteicos da epiderme e removerem provisoriamente a resistência da barreira do estrato córneo, permitindo o acesso dos fármacos aos tecidos viáveis através da circulação sistêmica. A natureza do veículo tópico é conhecida por desempenhar um papel importante na promoção da absorção dentro e através da pele. Os veículos tópicos convencionais, como pomadas, cremes ou géis, exercem predominantemente seus efeitos ao liberar o medicamento na superfície, e as moléculas dos fármacos, então, se difundem através de suas camadas. Os hidrogéis foram obtidos a partir de material polimérico reticulado por processo de radiação ionizante. A cafeína foi escolhida como substância modelo de permeação dérmica, por ser hidrofílica. Entretanto, para que a molécula penetre na barreira cutânea, deve ser associada a promotores de absorção cutânea. A papaína tem sido aplicada na pele íntegra como agente promotor de penetração e absorção cutânea. As enzimas interferem na absorção percutânea de fármacos por duas formas: como um potencializador de penetração e retardador de absorção. Neste trabalho, foram sintetizadas membranas de hidrogéis com poli (N-2- vinil - pirolidona) (PVP), poli (etilenoglicol) (PEG), poli (etilenoglicol diacrilato) (PEG-DA), cafeína e gel de papaína formado de polímero sintético pré-neutralizado para estudo da cinética de permeação cutânea, utilizando ecdise de cobra (Boa Constrictor) como membrana modelo de permeação. As membranas de hidrogel preparadas, foram caracterizadas por análise de termogravimetria (TG), calorimetria exploratória diferencial (DSC), intumescimento, fração gel, microscopia eletrônica de varredura (MEV), e realizados ensaios de permeação dérmica em células de Franz e tomografia de coerência óptica (OCT). O teste de permeação "in vitro" desses hidrogéis na ecdise foram satisfatórios, comprovando a eficácia da papaína como promotora de permeação dérmica e contribuindo, assim, para futuros trabalhos que possam explorar ainda mais essa área de entrega de fármacos.
Título em inglês
In vitro dermal release and permeation of caffeine hydrogel in comparison to the use of papain as a permeation promoter
Palavras-chave em inglês
caffeine
hydrogel
papain
permeation
Resumo em inglês
Many strategies are indicated for supplanting the low permeability of pharmaceuticals through the epidermis, one of them to include developers of access in cosmetics formulations, produced in Transdermal Drug Systems. Those substances are capable of modifying the protein dominates of the epidermis and temporarily remove the resistant barrier of the stratum cornea, allowing this way, the access to the pharmaceutical to the viable fabric through the systemic circulation. The nature of the topic vehicle is known for developing an important role of the absorption inside and through the skin. The conventional ways, as ointments, creams or gels, predominated theirs effects by liberating the medication in the superficies, so the pharmaceutical molecules defund beyond their layers. The hydrogels were got from the polymeric reticulate material for ionizing radiation process. The caffeine was chosen as a substance model of the dermis permeation, due to be hydrophilic. Moreover, for the molecule access, it is necessary to the developers of dermal absorption. The papain has been applied in the integra skin as agent promoter of access and dermal absorption. The enzymes interfere in the dermal absorption of the pharmaceutical in two forms: as optimizing, as well as, retarding absorption. This essay we could synthesized hydrogel membranes as Poly (N -2 - vinyl-pirolidon) (PVP), Poly(ethylene glycol) (PEG), Poly (ethylene glycol) diacrylate (PEG-DA), caffeine and papain gel formed by polymeric synthetic pre-neutralized for the studies of kinetic of dermal access for using ecdysis of a snake (Boa constrictor) as a membrane model of access. The membranes of hydrogel prepared for this essay were characterized by thermogravimetric analysis (TGA), differential scanning calorimetry (DSC), swelling, gel fraction, scanning electron microscopy (SEM), and rehearsal of dermal access in Franz cells and optical coherence tomography (OCT). The test of permeation in vitro was satisfactory evidencing the efficacies of papain as a developer of dermal permeation, as well as, contributing for the future work that can explore even more this area of pharmaceutical delivery.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2018MaiaLiberacao.pdf (1.70 Mbytes)
Data de Publicação
2019-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.