• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.85.2007.tde-16052012-145059
Documento
Autor
Nome completo
Elaine Cristina Damasceno Loiola
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Bustillos, José Oscar Willian Vega (Presidente)
Felinto, Maria Claudia França da Cunha
Montone, Rosalinda Carmela
Título em português
Determinação de resíduos de hexaclorociclohexano "HCH" no soro sanguíneo de trabalhadores expostos no Arquivo Histórico de Joinville na década de 80
Palavras-chave em português
cromatografia
HCH
pesticidas
Resumo em português
O Hexaclorociclohexano (HCH) é um inseticida do grupo dos organoclorados, composto por uma mistura de isômeros formados durante a síntese química, através de sucessivas adições de cloro ao benzeno. Estes isômeros podem contaminar não só o meio ambiente como também a população que tenha contato direto ou indireto com os resíduos. Nas décadas de 70 e 80, foi utilizado um produto comercial composto pelo ativo HCH comercializado como "Hexabel®" no controle de insetos xilófagos no Acervo Histórico de Joinville em Santa Catarina. A aplicação do inseticida foi realizada pelos próprios funcionários do Arquivo Histórico, e houve intensa manipulação dos documentos tratados durante uma mudança do prédio o presente trabalho teve como objetivo validar uma metodologia de determinação de resíduos do HCH e seus isômeros em soro sangüíneo, e analisar o grau de exposição dos funcionários e ex-funcionários do Arquivo Histórico de Joinville ao produto. Foram realizados exames sorológicos em todos os funcionários e ex - funcionários do local e também na população que sabidamente nunca tiveram contato com o ativo, denominada população controle. As análises foram realizadas após a validação do método multiresíduos que obtém todos os ativos em uma única extração e tem detecção por Cromatografia a gás com detector de captura (GC-ECD) de elétrons. Os resultados comprovaram comprovaram a eficiência do método, através de dados em conformidade com os critérios do ensaio. Os resultados obtidos no estudo da população mostraram que a quantidade de HCH no soro sangüíneo de funcionários, ex-funcionários e da população controle estão abaixo do limite de quantificação de 0,04μg dL-1 para Alfa HCH e Gama HCH "Lindana" e 0,08μg dL-1 para Beta e Delta HCH.
Título em inglês
Determination of hexachlorcyciohexane residues on blood plasma of exposed employees of the Historical Archieve of Joinville on 80's decade
Palavras-chave em inglês
blood plasma
contamination
electron-capture detectors
gas chromatography
inhalation exposure cambers
insecticides
personnel
Resumo em inglês
Hexachlorcyciohexane (HCH) is an organochloride insecticide formed by a mixture of chemical isomers produced during its chemical synthesis, obtained after successive inserts of chlorine atoms on benzene molecule. These isomers may contaminate both the environment and the people who had direct or indirect contact with the HCH residues. On 70's and 80's, its was used a commercial product which contained HCH on its formula and was commercialized as Hexabel®. The product was used to control the xylophage insect population on the Historical Archieve of Joinville, at Santa Catarina, Brazil. The own employees did the insecticide application and there was an intensive manipulation of the treated material during a building change. The objective of this work was to validate a methodology to quantify the HCH residues and its isomers on blood plasma and analyze the employee's exposure extent to the chemical. It was done serological investigation on employees, former-employees and on non-exposed people, which was classified as the control population. The analyses were done after the methodology validation. The method was capable to obtain all isomers on a unique extraction and the detection and quantification were done by gas chromatography with electron-capture detector (GC-ECD). The results obtained showed that the proposed method is accurate, and that the amount of HCH residues on blood plasma of all individuals analyzed was lower than the quantification limits established to the method, which were 0,04 μg dL-1 for the alpha- and gamma- HCH (lindana) and 0,08 μg dL-1 for the beta- and delta- HCH.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.