• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.87.2009.tde-23072009-171131
Documento
Autor
Nome completo
Luciano Matsumiya Thomazelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Durigon, Edison Luiz (Presidente)
Azevedo Junior, Severino Mendes de
Brentano, Liana
Jerez, José Antonio
Vassao, Ruth Camargo
Título em português
Vigilância epidemiológica do vírus da doença de Newcastle em aves domésticas e selvagens pelo método de Real Time PCR.
Palavras-chave em português
APMV-1
Doença de Newcastle
Paramyxovirus.
PCR em tempo real
Vigilância epidemiológica
Resumo em português
A avicultura brasileira é atualmente uma atividade de grande sucesso. A utilização de sistemas de planejamento associados a novas tecnologias, reflete-se no extraordinário crescimento da atividade. A produção brasileira de frango ultrapassou a marca anual de 10 milhões de toneladas, em 2007. O Brasil está entre os três maiores produtores de frango no ranking mundial, junto com Estados Unidos e China. Haja vista a importância que a avicultura representa para o país, pela geração de benefícios sociais e econômicos, o risco que a Doença de Newcastle (DNC) constitui para a avicultura brasileira é enorme. Um surto desta doença em um centro de produção avícola representaria um risco à economia e incidiria de forma negativa nos níveis de consumo de proteína de qualidade e economicamente acessível à população. A fim de estabelecermos um monitoramento do vírus da Doença de Newcastle (NDV) em aves selvagens, livres ou de cativeiro, e aves domésticas não vacinadas, residentes em regiões de elevada confluência migratória aviária no Brasil e em pingüins ao redor da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), coletamos amostras de swabs orais e cloacais para a posterior análise por PCR em Tempo Real (qPCR), além de sangue para testes sorológicos, tendo como objetivos maiores, contribuir para o fortalecimento dos serviços de defesa sanitária animal, aumentar a capacidade de investigação, e finalmente, atualizar e harmonizar normas e procedimentos para a prevenção e controle da DNC, referenciando-se nas recomendações da Organização Mundial de Sanidade Animal (Office International des Epizooties - OIE). Das 1072 aves amostradas em diferentes regiões do Brasil, 8 (0,75%) apresentaram resultado positivo para o NDV por qPCR, sendo 5 (62,5% das positivas) delas provenientes da região Norte, 2 (25% das positivas) do Nordeste e 1 (12,5% das positivas) da região Sul do Brasil. Na Antártica, dos 100 pingüins estudados, 2 apresentaram resultado positivo para o NDV por qPCR e em cerca de 33,3% dos soros testados foi detectada a presença de anticorpo pelo teste de Inibição da Hemaglutinação (HI). Todas as amostras positivas foram re-analisadas por qPCR específico para cepas mesogênicas e/ou velogênicas, resultando negatividade, corroborando os dados que certificam o Brasil como sendo livre da Doença de Newcastle.
Título em inglês
Surveilance of Newcastle disease virus in domestics and wild birds by Real Time PCR.
Palavras-chave em inglês
APMV-1
Newcastle disease virus
Paramyxovirus.
Real-time PCR
Surveilance
Resumo em inglês
Brazilian chicken meat exports ended 2007 with shipments of 3,3 million tons, which represented a 21% increase in comparison with 2006. These results were the best in the history of the poultry sector in Brazil. The production reached 10.2 million tons, a result that kept the country as the worlds largest chicken meat exporter and the third largest producer, only behind USA and China. Thus the risk of an introduction of the Newcastle disease virus (NDV) into domestic poultry is enormous and will play severe consequences for the economy and poltry industries. In order to provide the surveillance of the NDV in wild, free or captive, and non vaccinated domestic birds from some regions of migratory birds confluence in Brazil and in penguins around the brasilian Antarctic Station Comandante Ferraz, we collected oral and cloacal swabs, for the viral detection by Real Time PCR (qPCR), and blood for the serological test (hemaglutination inhibition test HI). A total of 1072 birds were sampled in diferent regions of Brazil, where 8 (0.75%) shown positive results to NDV, in which 5 (62.5% of positive) were from North region, 2 (25% of positive) were from Northeast and 1 (12,5% of positive) was from South. In the Antarctic 100 penguins were studied, in which 2 were detected the NDV (2% of total). HI test showed that 33.3% of penguins were seropositives for NDV, indicating their previous contact with the pathogen. All the positive samples by qPCR were repeated with primers projected to detect only virulent strains and no sample was positive, indicating the absence of velogenic strains in Brazil. The epidemiological profile was richer with the isolament of positive samples in embrioned chiken eggs specific patogen free and latter nucleotidic genomic sequencing of isolate.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-02-07
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • THOMAZELLI, LM, et al. Molecular surveillance of the Newcastle disease virus in domestic and wild birds on the North Eastern Coast and Amazon biome of Brazil [doi:10.1590/S1516-635X2012000100001]. Revista Brasileira de Ciência Avícola [online], 2012, vol. 14, n. 1, p. 01-07.
  • THOMAZELLI, Luciano M., et al. Newcastle disease virus in penguins from King George Island on the Antarctic region [doi:10.1016/j.vetmic.2010.05.006]. Veterinary Microbiology [online], 2010, vol. 146, n. -1, p. 155-160.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.