• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.89.2007.tde-22062009-164524
Documento
Autor
Nome completo
Thais de Campos Cardenas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Arêas, José Alfredo Gomes (Presidente)
Braga, Josefina Aparecida Pellegrini
Guerra-Shinohara, Elvira Maria
Título em português
Anemia em pré-escolares e intervenção nutricional com snacks fonte de ferro
Palavras-chave em português
Alimentos funcionais (Aplicações terapêuticas)
Anemia (Prevalência; Estudo clínico)
Fortificação
Grão-de-bico
Nutrição da criança
Pré-escolares
Pulmão bovino
Snacks
Suplementação alimentar (Efeitos biológicos)
Resumo em português
Objetivos: Determinar a prevalência de anemia e investigar fatores associados a sua ocorrência em crianças de 2,5 a 6 anos de idade, em Itapetininga, São Paulo. Comparar, através de estudo de intervenção com snacks de pulmão bovino/milho/grão-de-bico ou pulmão bovino/milho, as mudanças nos parametros bioquímicos do estado nutricional em ferro. Métodos: Urn estudo transversal com amostragem por conglomerado foi conduzido em 9 creches públicas de Itapetininga. Após consentimento informado, mães/pais preencheram questionário a respeito de características demográficas e sócio-econômicas. A concentração de hemoglobina foi determinada em Hemocue através de sangue capilar. A relação entre a presença de anemia e variáveis independentes foi analisada por regressão. A dieta das crianças foi avaliada através do recordatário de 24 horas e do cardápio semanal da creche. A concentração de hemoglobina foi determinada em Hemocue e contador automático, para comparação entre métodos, em amostras de sangue de 20% da população. Durante a fase de rastreamento, crianças anêmicas, ferro deficientes e não anêmicas foram selecionadas para participar do estudo de intervenção com snacks fortificados com ferro. As crianças foram examinadas no início e ao final do estudo (cerca de 100 dias) por meio de coleta de sangue venoso. Sessenta e sete pré-escolares foram aleatorizados entre os grupos e receberam 3 pacotes com 30 g de snacks por semana. Para o diagnóstico da criança anêmica, ferro-deficiente e não anêmica foram considerados a concentração de hemoglobina, saturação da transferrina, volume corpuscular médio e ferritina sérica. Resultados: 0 estudo de prevalência somou 576 crianças. A prevalência de anemia foi de 13,02% (IC 95% 9,77 -- 16,33). Foi observada relação entre idade da criança e família numerosa e a anemia. Para crianças anêmicas não houve diferença na concentração de hemoglobina medida por sangue venoso ou capilar. Uma significativa melhora foi observada em alguns parâmetros bioquímicos: hemoglobina corpuscular média, hemácias e concentraçãdo de hemoglobina, independente do snack consumido e do diagnóstico inicial. A concentração de hemoglobina dessas crianças aumentou, em media, 0,44 g/dL. 0 consumo de ferro se manteve inalterado antes e após o ensaio e foi semelhante para ambos os grupos. Conclusão: Os achados deste estudo mostram uma baixa prevalência de anemia na população estudada. 0 consumo dos snacks proporcionou aumento na concentração de hemoglobina. As vantagens e limitações nos parâmetros bioquímicos devem ser consideradas para a escolha do método apropriado para cada situação ou objetivo.
Título em inglês
Anemia in preschoolers and nutritional intervention trial with snacks source of iron
Palavras-chave em inglês
Anemia
Bovine lung
Chickpea
Fortification
Preschoolers
Snacks
Resumo em inglês
Objectives: to determine the prevalence of anemia and to investigate factors associated with its occurrence in children from 2.5 to 6 years-old in Itapetininga, São Paulo, and to compare, through nutritional intervention trial with two types of snacks, with bovine lung and chickpea, changes in the biochemical parameters of nutritional iron status. Methods: A cross-sectional study with cluster sampling was conducted on nine public day care centers, in Itapetininga, being examined 576 children. After informed consent, mothers/fathers answered a questionnaire about demographic and socioeconomic characteristics. The relationship between the presence of anemia and independent variables were analyzed by regression. The diet intake of children was assessed through 24-hour recall and from the menu offered weekly in day cares. The hemoglobin concentration was determined by Hemocue (capillary blood) and automatic counter (venous blood) for comparison of methods. The observed anemic children were selected to participate in the intervention trial with iron fortified snacks. Sixty seven preschoolers were randomized between 2 groups and received 3 packages with 30 g of snacks a week. Children were examined at the beginning and at the end of trial (about 100 days) through venous blood. Hemoglobin concentration was used for diagnosis of anemia. Grade I and Grade II iron deficiency was diagnosed by transferrin saturation, mean corpuscular volume and serum ferritin. Results: The prevalence of anemia found in the population was 13.02%. It was observed relationship between age of the child and number of persons in family and the occurrence of anemia. There was no difference in the hemoglobin concentration measured by capillary or venous blood for the children anemic. A significant improvement after the trial was observed in some biochemical parameters: mean corpuscular hemoglobin concentration, red blood cells and hemoglobin concentration, regardless of the snack type consumed and the initial diagnosis. Hemoglobin concentration increased, on average, 0.44 g/dL. The iron consumption remained unchanged before and after the trial and was similar for both groups. Conclusion: The findings of this study show a low prevalence of anemia in the population studied. The consumption of snacks provided a significant increase in the hemoglobin concentration. The advantages and limitations for the use of biochemical parameters have to be considered for the choice of the appropriate method for each situation or goals.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-11-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.