• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Eduardo Andrade Chagas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Moreno, Fernando Salvador (Presidente)
Barbisan, Luis Fernando
Paiva, Sérgio Alberto Rupp de
Shinohara, Elvira Maria Guerra
Vannucchi, Helio
Título em português
Atividade quimiopreventiva do ácido fólico quando suplementado continuamente durante as etapas iniciais da hepatocarcinogênese em ratos
Palavras-chave em português
Ácido fólico
Hepatocarcinogênese
Lesões pré-neoplásicas
Quimioprevenção
Remodelação
Vitaminas (Avaliação)
Resumo em português
A ingestão de folato é inversamente associada com o risco de diversos cânceres. Apesar da deficiência dessa vitamina ser classicamente considerada fator de risco para câncer de fígado, não existem estudos avaliando o efeito da suplementação com ácido fólico (AF) durante as etapas iniciais da hepatocarcinogênese. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da suplementação com AF continuamente durante as etapas de iniciação e seleção/promoção da hepatocarcinogênese em ratos. Os animais receberam diariamente 0,08 mg (grupo AF8) ou 0,16 mg (grupo AF16) de AF/100 g de peso corpóreo ou água (grupo controle [GC]). Após duas semanas de tratamento, todos os animais foram submetidos ao modelo de hepatocarcinogênese do “Hepatócito Resistente” (iniciação com dietilnitrosamina, seleção/promoção com 2-acetilaminofluoreno e hepatectomia parcial a 70%). A eutanásia dos animais ocorreu após 8 semanas de tratamento. Quando comparado ao GC, o grupo AF16, mas não o AF8, apresentou menores nódulos macroscópicos (p<0,05), menor (p<0,05) número de lesões pré-neoplásicas (LPN) persistentes, maior (p<0,05) número de LPN em remodelação, menor (p<0,05) proliferação celular nas LPN persistentes, menos (p<0,05) danos no DNA hepático e tendência (p<0,10) a apresentar menor expressão de c-myc em LPN microdissecadas. Não foram observadas diferenças significativas (p>0,05) entre os grupos experimentais com relação à indução de apoptose nas LPN persistentes e em remodelação bem como no padrão de metilação global do DNA em LPN microdissecadas. Em resumo, a suplementação com AF durante as etapas iniciais da hepatocarcinogênese resultou em atividade quimiopreventiva de forma dose-efeito. Alteração no fenótipo das LPN, inibição de danos no DNA hepático e da expressão de c-myc representam relevantes efeitos celulares e moleculares dessa vitamina.
Título em inglês
Chemoprevention of early rat hepatocarcinogenesis with folic acid supplementation
Palavras-chave em inglês
Chemoprevention
Folic acid
Hepatocarcinogenesis
Preneoplastic lesions
Remodeling
Vitamins (Evaluation)
Resumo em inglês
Dietary intake of folate is inversely associated with the risk of several malignancies. Although folate deficiency is associated with liver cancer, there is no data on folic acid (FA) supplementation during hepatocarcinogenesis. The aim of the present study was to evaluate the effect of FA supplementation during early hepatocarcinogenesis. Rats receiving daily 0.08 mg (FA8 group) or 0.16 mg (FA16 group) of FA/100 g body weight or water (CO group, controls) were used. After a 2 week-treatment, all animals were submitted to the resistant hepatocyte model of hepatocarcinogenesis (initiation with diethylnitrosamine, selection/promotion with 2-acetylaminofluorene and partial hepatectomy). All animals were euthanized after 8 weeks of treatment. When compared to CO group, FA16 group, but not FA8 group, presented: smaller (p < 0.05) macroscopic nodules; reduced (p < 0.05) number of persistent and increased (p < 0.05) number of remodeling preneoplastic lesions (PNL); reduced (p < 0.05) cell proliferation in persistent PNL; decreased (p < 0.05) hepatic DNA damage; and a tendency (p < 0.10) of decreased c-myc expression in microdissected PNL. No differences (p > 0.05) were observed between CO, FA8 and FA16 groups regarding apoptosis in both persistent and remodeling PNL, and global DNA methylation pattern in microdissected PNL. In conclusion, FA supplementation during early hepatocarcinogenesis resulted in a dose-response chemopreventive activity. Reversion of PNL phenotype and inhibition of DNA damage and of c-myc expression represent relevant FA cellular and molecular effects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-07-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.