• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2017.tde-24012017-115520
Documento
Autor
Nome completo
Milena Barcza Stockler Pinto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Cozzolino, Silvia Maria Franciscato (Presidente)
Cuppari, Lilian
Ong, Thomas Prates
Título em português
Efeitos da suplementação com castanha-do-brasil (Bertholletia excelsa H.B.K.) como fonte de selênio para pacientes em hemodiálise
Palavras-chave em português
Doença renal crônica
Estresse oxidativo
Glutationa peroxidase
Hemodiálise
Nutrição
Selênio
Resumo em português
Pacientes em hemodiálise (HD) estão sob estresse oxidativo, o que leva à formação de espécies reativas de oxigênio (EROs). Toxinas urêmicas, a própria hemodiálise e o comprometimento do sistema antioxidante induzem a formação de EROs. Dentre os antioxidantes está o Selênio (Se), mineral que a literatura já relata deficiência em pacientes em HD. Considerando a importância da atividade antioxidante nestes pacientes com doença renal crônica (DRC) em HD, o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da suplementação com castanha-do-brasil nos níveis de Se e na atividade da glutationa peroxidase (GSH-Px) em pacientes nestas condições. Foram estudados 81 pacientes em HD (52,0 ± 15,2 anos, tempo média de HD de 82,3 ± 91,4 meses e IMC de 24,4 ± 4,4 kg/(m)2) das clínicas RenalCor e RenalVida do Rio de Janeiro. Os pacientes receberam uma castanha (≈ 5g), cerca 290µg Se, por dia, durante três meses. A concentração de Se foi determinada por espectrometria de absorção atômica com geração de hidretos (HITACHI®, Z-500). A atividade da enzima GSH-Px foi medida usando kit comercial RANDOX®. Os níveis de Se no plasma (18,8 ± 17,4 µg/L) e no eritrócito (72,4 ± 37,4 µg/L) antes da suplementação estavam abaixo da faixa da normalidade (60-120 µg/L no plasma e de 90-190 µg/L no eritrócito) e após a suplementação os níveis plasmáticos e eritrocitários aumentaram para 104,0 ± 65,0 µg/L e 244,1 ± 119,5 µg/L (p< 0,0001), respectivamente. A atividade de GSH-Px também aumentou após a suplementação passando de 46,4 ± 14,9 U/gHb para 55,9 ± 23,6 U/gHb (p< 0,0001). Antes da suplementação 11% dos pacientes apresentaram atividade da GSH-Px abaixo da normalidade (27,5 - 73,6 U/gHb) e, após a suplementação todos pacientes apresentaram atividade da GSH-Px normal. Os resultados mostraram que os pacientes estudados apresentaram Se plasmático e eritrocitário abaixo dos valores normais e o consumo de apenas uma castanha-do-brasil por dia (5g) foi eficaz no aumento da concentração de Se e na atividade da GSH-Px nos pacientes em HD; além disto, ela pode contribuir para a melhora da condição de estresse oxidativo desses pacientes.
Título em inglês
Effects of supplementation with Brazil nuts (Bertholletia excelsa H.B.K) as a source of selenium for hemodialysis patients
Palavras-chave em inglês
Chronic kidney disease
Gluatione peroxidase
Hemodialysis
Nutrition
Selenium
Stress oxidative
Resumo em inglês
Hemodialysis (HD) patients may undergo oxidative damage which causes reactive oxygen species (ROS) formation. Uremic toxins, HD treatment and the decrease in antioxidant system are known to result in the ROS generation. Selenium (Se) has a role as an antioxidant and studies report Se deficiency in these patients. Considering the importance of the antioxidant activity in patients with chronic kidney disease (CKD) in HD, the aim of this work was evaluate the effect of Brazilian nuts (main food source) supplementation on levels of Se and glutathione peroxidase (GSH-Px) activity in HD patients. A total of 81 HD patients (52.0 ± 15.2 years old, average time on dialysis was 82.3 ± 91.4 months and BMI of 24.9 ± 4.4 kg/m2) from RenalCor and RenalVida Clinics in Rio de Janeiro, Brazil were studied. The patients received one nut (≈ 5g), average of 290 µg Se, each day during three months. The Se concentration was determined by atomic absorption spectrophotometry with hydride generation (HITACHI®, Z-500). The levels of GSH-Px were measured by using RANDOX® commercial kits. The Se levels in plasma (18.8 ± 17.4 µg/L) and erythrocyte (72.4 ± 37.9 µg/L) before supplementation were below the normal range (60-120 µg/L for plasma and 90-190 µg/L for erythrocyte) and after nut supplementation, the plasma levels increased to 104.0 ± 65.0 µg/L and erythrocytes to 244.1 ± 119.5 µg/L (p<0.0001). The activity of GSH-Px also increased after supplementation from 46.6 ± 14.9 U/ gHb to 55.9 ± 23.6 U/gHb (p<0.0001). Before supplementation, 11% of patients had activity of GSH-Px below the normal range (27.5 - 73.6 U/gHb) and, after supplementation, all patients showed activity of GSH-Px within the normal range. The data revealed that the investigated patients had erythrocyte and plasma Se levels below the normal values and the consumption of just one Brazil nut each day (5g) was effective to increase on Se concentration and GSH-Px activity of the patients in HD, thus contributing to improve the antioxidant condition of these patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-01-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.