• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2017.tde-21122016-110852
Documento
Autor
Nome completo
Anna Carolina Meireles Piazentin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Ricardo Pinheiro de Souza (Presidente)
Carvalho, Joao Carlos Monteiro de
Gut, Jorge Andrey Wilhelms
Kubrusly, Flavia Saldanha
Título em português
Efeito de cultura probiótica em fermentado a base de soja: resistência ao armazenamento refrigerado, ao estresse gastrointestinal in vitro e atividade antimicrobiana
Palavras-chave em português
Extrato hidrossolúvel de soja
Fermentação
Probióticos
Resfriamento
Resumo em português
Alimentos funcionais são alimentos que contêm uma ou mais substâncias capazes de atuar no metabolismo ou na fisiologia do ser humano, promovendo benefícios à saúde. A soja é uma excelente matéria-prima para o desenvolvimento de alimentos funcionais, pois proporciona benefícios ao hospedeiro que apresenta intolerância ou alergia associada ao consumo de produtos lácteos. As bactérias láticas probióticas vêm sendo aplicadas na fermentação de alimentos devido aos benefícios que as mesmas propiciam a saúde, como na manutenção do equilibrio da microbiota intestinal, em distúrbios do metabolismo gastrointestinal e como adjuvante na absorção de determinados nutrientes. Nesse contexto, o presente trabalho tem por objetivo desenvolver um fermentado a base de soja utilizando bactérias probióticas. A fermentação da bebida à base soja foi realizada pelos micro-organismos Streptococcus thermophilus (St), Lactobacillus delbrueckii subsp. bulgaricus (Lb) e Lactobacillus paracasei (Lp) Lpc-37 realizada à 37ºC e também em diferentes condições de resfriamento aplicadas nas amostras ao fim da fermentação e durante os 28 dias de armazenamento refrigerado (4ºC). Os resultados demonstraram que em média o tempo de fermentação foi menor na presença de St, Lb e Lp quando comparada a fermentação realizada apenas por Lp. A exposição das amostras a uma temperatura intermediária de resfriamento (25ºC) durante 8 horas aumentou cerca de 2,1% a viabilidade das co-culturas ternárias, apresentando pós acidificação em média de 0,2 unidades de pH a partir do pH final da fermentação (4,5) até d1. O resfriamento intermediário promoveu uma modificação no perfil de ácidos graxos, demonstrando aumento de 14,5% do ácido linoleico após 28 dias de armazenamento a 4ºC assim, como também, promoveu aumento de 14,6% na produção de ácido lático. Outro resultado relevante e bastante expressivo foi o consumo de sacarose (94,9%). Desta forma, o resfriamento intermediário demonstrou ser um procedimento capaz de aumentar a viabilidade das bactérias em modelo in vitro de estresse gastroinstestinal. De acordo com esses resultados, é possível concluir que o uso do resfriamento intermediário promove maiores benefícios em relação ao perfil microbiológico e de ácidos graxos.
Título em inglês
Effect of probiotic culture in fermented soymilk: resistance to cold storage, stress gastrointestinal in vitro and antimicrobial activity.
Palavras-chave em inglês
Cooling
Fermentation
Probiotics
Soymilk powder
Resumo em inglês
Functional foods are foods that contain one or more substances capable of acting on the metabolism or physiology of the human being, promoting health benefits. Soy is an excellent raw material for the development of functional foods, providing benefits to the intolerant and allergic people to the dairy products consumption. The use of probiotic lactic acid bacteria in food fermentation has become quite common due to the beneficial effects provided by these bacteria to the individuals' health, maintaining the balance of intestinal microflora, in the gastrointestinal metabolic disorders and as an adjunct in the absorption of certain nutrients. In this context, this study aimed to develop a fermented soy base using probiotic bacteria. Fermentation of soy beverage was made by the microorganisms Streptococcus thermophilus (St), Lactobacillus delbrueckii subsp. bulgaricus (LB) and Lactobacillus paracasei (Lp) Lpc-37 at 37°C and evaluated at the end of the fermentation process and during 28 days of storage at 4°C. The results showed that the fermentation time was less on average in the presence of St, Lb and Lp when compared to the fermentation performed only by Lp. The exposure of samples to a cooling intermediate temperature (25°C) for 8 hours increased about 2.1% the viability of ternary cocultures, with post acidification on average of 0.2 pH units from the final pH of the fermentation (4.5) to d1. The intermediate cooling promoted a change in fatty acid profile, showing a 14.5% increase of linoleic acid after 28 days of storage at 4°C as well as also promoted an increase of 14.6% of lactic acid. Another important and very significant result was the sucrose consumption (94.9%). In this way, the intermediate cooling procedure demonstrated to be able of increase bacteria viability in the in vitro model of gastroinstestinal stress. According to these results, it is possible to conclude that the use of the intermediate cooling promotes greater benefits in relation to the microbiological profile and fatty acids.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.