• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2017.tde-16032017-160847
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Graziani Vital
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Maranhao, Raul Cavalcante (Presidente)
Carvalho, Michelle Garcia Discacciati de
Maria-Engler, Silvya Stuchi
Título em português
Avaliação preliminar do tratamento de pacientes portadoras de câncer de ovário avançado com nanopartícula lipídica associada ao quimioterápico paclitaxel
Palavras-chave em português
Câncer de ovário avançado
Nanopartícula lipídica
Paclitaxel
Toxicidades clínicas e laboratoriais
Resumo em português
Introdução: O câncer de ovário é frequentemente diagnosticado em estágios avançados e é pouco responsivo aos tratamentos empregados atualmente. O tratamento de primeira linha consiste em esquemas incluindo cirurgia citorredutora seguido de quimioterapia adjuvante por derivados de platina e taxano. Os esquemas de segunda linha são baseados em gemcitabina e doxorrubicina lipossomal. Em seguida, a doença tende a progredir rapidamente e a quimioterapia não é indicada pela ausência de resposta e pela alta toxicidade desses medicamentos. Anteriormente, mostramos que nanopartículas lipídicas semelhantes à composição química da LDL, porém sem proteína, e associadas à agentes antineoplásicos são captadas por células neoplásicas. Objetivos: Testamos a hipótese se o paclitaxel associado à nanopartícula poderia beneficiar com segurança pacientes com câncer de ovário avançado e refratário ao tratamento, e portanto, não mais elegíveis para quimioterapia convencional. Métodos: Quatorze mulheres com câncer de ovário avançado de 61 ± 10 anos, com estadiamento clínico IV e TqNqM1 (FIGO e TNM Scale, respectivamente) que não eram responsivas à quimioterapia em terceira linha foram incluídas no estudo. O tratamento consistiu com o paclitaxel associado à nanopartícula na dose 175 mg/m2 de superfície corporal, a cada 3 semanas. As pacientes foram submetidas a exames clínicos antes de cada ciclo de quimioterapia. Determinações bioquímicas séricas e exames de imagem foram realizados para acompanhamento de novas lesões ou progressão da doença. Resultados: Foi realizado o total de 74 ciclos, e não foram observadas toxicidades laboratoriais e clínicas. Em quatro pacientes a doença permaneceu estável. Conclusões: A notável ausência de toxicidade, não registrada na literatura até hoje nos vários sistemas de veiculação descritos abre uma nova perspectiva de tratamento da doença. Evita-se o desconforto e os riscos da quimioterapia convencional, podem ser incluídos pacientes muito idosos ou com outras fragilidades que contraindiquem a quimioterapia e não há limite para a continuação do tratamento.
Título em inglês
Preliminary evaluation of treatment of patients with advanced ovarian cancer with lipid nanoparticle associated with chemotherapy paclitaxel
Palavras-chave em inglês
Advanced ovarian cancer
Clinical and laboratory toxicities
Lipid nanoparticle
Paclitaxel
Resumo em inglês
Introduction: Ovarian cancer is often diagnosed at advanced stages and is poorly responsive to standard treatment. First-line treatment consists in schemes including citorreductive surgery followed by adjuvant chemotherapy schemes with platinum and taxane derivatives. Second-line regimens are based in gemcitabine and liposomal doxorubicin. Thereafter, the disease progresses rapidly and chemotherapy is no longer indicated for lack of response rate together with high toxicity of antineoplastic agents. Previously, we showed that non-protein lipid nanoparticles resembling chemical structure of LDL, however without protein and associated with antineoplastic agents are uptaken by neoplastic cells. Aims: We tested the hypothesis whether paclitaxel associated to the nanoparticle could safely benefit patients with advanced ovarian cancer refractory to previous treatment, thus not eligible for further conventional chemotherapy. Methodology: Fourteen women with advanced ovarian cancer aged 61 ± 10 years were included, with clinical stage IV and TqNqM1 (FIGO and TNM Scale, respectively) that were unresponsive for third line chemotherapy treatments. Treatment consisted with paclitaxel associated to the nanoparticle at 175 mg/m2 body surface dose, every 3 weeks. Patients were submitted to clinical examinations before each chemotherapy cycle. Serum biochemistry determinations and imaging exams were performed to monitoring new lesions or disease progression. Results: Total of 74 cycles of chemotherapy was performed, clinical and laboratorial toxicities were not observed. Four patients stayed with stable disease. Conclusions: The notable absence of toxicity, not recorded in the oncology literature to date described in various drug delivery systems, opens a new perspective on the treatment of cancer. Avoiding the discomfort and risks of conventional chemotherapy, can be included very aged patients or with other weaknesses, that chemotherapy is contraindicated, and there is no limit for continued treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.