• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2014.tde-25062014-112034
Documento
Autor
Nome completo
Angela Rita de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Bacchi, Elfriede Marianne (Presidente)
Hatanaka, Elaine
Suffredini, Ivana Barbosa
Título em português
Caracterização morfoanatômica e química de Passiflora edulis Sims e Passiflora setacea DC e seus mecanismos de cicatrização de feridas em ratos
Palavras-chave em português
Antioxidante
Citocinas
CLAE
Inflamação
Neutrófilos
Passiflora edulis Sims
Passiflora setacea DC
Reparo tecidual
Resumo em português
O uso de fitoterápicos é difundido na cultura popular dos países da América do Sul, substancialmente no Brasil. Passiflora edulis Sims (tipo de maracujá) está presente na lista da RENISUS e é uma espécie utilizada para promover a cicatrização de feridas cutâneas, no entanto, a literatura científica é pobre em relação aos mecanismos de ação da planta. Passiflora setacea DC é uma espécie silvestre de maracujá, sendo mais resistente à morte precoce e infecções por patógenos. Para este estudo procedemos à obtenção e fracionamento do extrato hidroetanólico a 60% das partes aéreas (folhas e caules) de Passiflora edulis e Passiflora setacea. Posteriormente, obtivemos o perfil cromatográfico em CCD e CLAE dos extratos e das frações, isolando os compostos majoritários e fizemos a análise da capacidade oxidativa dessas frações. Em uma segunda fase, verificamos a atividade cicatrizante dos extratos e das frações, em ratos, através da análise macroscópica do processo de cicatrização (área e tamanho do ferimento); análise da migração de neutrófilos (em bolsa de ar induzida no dorso dos animais) e mediadores inflamatórios liberados (TNF-α, IL-1β e CINC-2 α/β) na bolsa de ar induzida. Os caracteres morfoanatômicos apresentados neste trabalho para Passiflora setacea irão contribuir para sua morfodiagnose e principalmente para sua distinção da Passiflora oficial brasileira, Passiflora edulis. A triagem fitoquímica demonstrou a presença de compostos fenólicos, tais como flavonoides e taninos e ausência de alcaloides, cumarinas e saponinas, nas duas espécies, Passiflora edulis e Passiflora setacea, sendo possível a diferenciação das duas espécies por técnica de CCD e CLAE. Na Passiflora setacea foi identificado um pico majoritário que não foi encontrado na Passiflora edulis e que com uso de técnicas de CLAE semi-preparativa, espectroscopia de massas e ressonância magnética nuclear, este composto foi identificado como sendo luteolina-8-C-ramnosil-glicosideo. Todos os resultados observados nas analises biológicas permitem concluir que estas duas espécies de Passifloras têm atividade cicatrizante e anti-inflamatória significativamente diversa dos sistemas empregados como controle e que podem constituir auxiliares importantes no preparo de futuros medicamentos para melhoria do processo de cicatrização.
Título em inglês
Morpho anatomic and chemical characterization of Passiflora edulis Sims and Passiflora setacea DC and their action in the cicatrization mechanisms of wounds in rats
Palavras-chave em inglês
Antioxidant
Cytokines
HPLC
Inflammation
Neutrophils
Passiflora edulis Sims
Passiflora setacea DC
Tissue repair
Resumo em inglês
The use of herbal medicines is widespread in popular culture of the South American countries, substantially in Brazil. Passiflora edulis Sims (passion fruit) is present in the list of RENISUS and is a species used to promote healing of skin wounds; however, the scientific literature is low in relation to the mechanisms of action of the plant. Passiflora setacea DC is a wild species of passion fruit, being more resistant to early death and infection by pathogens. In the first part of this work, we obtained the 60 % extract of aerial parts (leaves and stems), of the two species, made the fractionation and phytochemical screening of Passiflora edulis and Passiflora setacea. We obtained the chromatographic profile of the extracts and fractions on TLC and HPLC, isolating the majority compounds and we made the analysis of the oxidative capacity of these fractions. In a second phase, we verified the healing activity of extract and fractions in rats by macroscopic analysis of the healing process (the area and size of injury); analysis of neutrophil migration (in air bag-induced on the backs of animals) and inflammatory mediators released (TNF-α, IL-1β and CINC-2 α/β) on the induced air bag. The macro and micro characters presented in this work for Passiflora setacea will contribute to its diagnose and mainly for its distinction of the official Brazilian Passionflower Passiflora edulis. The phytochemical screening demonstrated the presence of phenolic compounds such as flavonoids and tannins and absence of alkaloids, coumarins and saponins in Passiflora edulis and Passiflora setacea, being possible the differentiation of the two species by TLC and HPLC techniques. Passiflora setacea presented by HPLC a major peak that was not found in Passiflora edulis and using semi-preparative HPLC technique, mass spectroscopy and nuclear magnetic resonance, this compound was identified as luteolin-8-C-rhamnosyl-glucoside. All results observed in biological analyses lead to the conclusion that these two species of Passifloras have healing and anti-inflammatory activity significantly diverse from the control systems and they can be important in the preparation of future medications to improve the healing process.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-08-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.