• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.90.2006.tde-25112011-100835
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Tavares Moreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Harari, Joseph (Presidente)
Fontes, Roberto Fioravanti Carelli
Saraiva, Elisabete de Santis Braga da Graca
Título em português
Subsídios para o zoneamento marinho do litoral norte do Estado de São Paulo: um estudo do sucesso do assentamento lerval de decápodos costeiros
Palavras-chave em português
Crustacea. Assentamento. Competência. Suprimento. Migração vertical. Transporte larval. Zoneamento m
Resumo em português
O presente estudo foi realizado ao longo de uma linha de costa, incluindo duas enseadas em Ubatuba-SP, Brasil. Os objetivos principais foram: (1) Examinar, em seis costões rochosos, séries temporais de assentamento larval de decápodos, afim de entender forçantes físicas associadas ao transporte em direção à costa, (2) Localizar agregações larvais no plâncton neustônico costeiro, para inferir a natureza das agregações e verificar a ocorrência de migração vertical em decápodos, (3) testar a relação entre suprimento e assentamento larval, a diferentes escalas espaciais. O papel da competência larval foi discutido à luz de evidências obtidas através amostragem planctônica em diferentes áreas dentro das enseadas e comparações inter e intra-taxonômicas. Entre maio e agosto de 2005, foram realizadas coletas, a cada dois dias, para estimar a taxa de assentamento larval de grupos de decápodes em coletores artificiais. Durante dois períodos de maior assentamento de Pachygrapsus transversus, a ocorrência nictemeral neustônica, desta e de outras espécies de decápodes foi avaliada. Sub-amostras de megalopas de brachyura foram separadas para mensuração do nível de competência larval, através do cultivo de larvas, obtendo estimativas do tempo decorrido até a muda, e através do estágio de muda de indivíduos previamente fixados. Modelos Log-lineares foram utilizados para testar o efeito do vento e da maré na taxa de assentamento, e os resultados foram confrontados com cenários de correntes superficiais fornecidos pelo modelo hidrodinâmico de circulação. Amostras planctônicas revelaram que agregações larvais são coincidentes com zonas de convergência, provavelmente causadas pela formação de ondas internas. Um conjunto de espécies de camarão sofre migração vertical típica, enquanto um padrão de migração reversa foi encontrado para grapsídeos, ix o que pode auxiliar no transporte em direção à costa para as áreas de assentamento devido a brisas marinhas. Portunídeos não apresentaram tendência de migração vertical. A competência parece ser melhor estimada através do método de cultivo. Em áreas dentro das enseadas, megalopas de portunídeos parecem ser mais competentes ao assentamento que as de grapsídeos, provavelmente por estarem mais próximas aos locais de assentamento. Megalopas neustônicas de P. transversus coletadas dentro das enseadas são menos competentes que as obtidas em coletores artificiais. O estágio transicional não foi capturado, sugerindo que a transição para o bentos e o desenvolvimento até estágios competentes são mais complexos do que normalmente assumido. Não foi encontrada correlação significativa entre o suprimento de megalopas e a taxa de assentamento. A taxa de assentamento de decápodes, que habitam a região entre-marés de costões rochosos, é aparentemente dependente da interação das forçantes de vento, maré e comportamento larval. As taxas de assentamento de grapsídeos e palemonídeos seguem o ritmo semi-lunar, com ocorrência máxima próximo às marés de quadratura, corroborando a hipótese de que ondas internas geradas pela maré são também responsáveis pelo transporte de decápodos costeiros. Ventos em direção à costa foram identificados como agentes chave, apesar de dependentes do regime de marés, enquanto que ventos de nordeste provavelmente trazem larvas de locais de produção. Padrões de circulação costeira e contrastes de assentamento consistentes espacialmente indicam que a Enseada do Flamengo é uma importante área de deposição de larvas.
Título em inglês
Subsidies towards the management of the northern coast of São Paulo State: a case study of the larval settlement success of coastal decapods.
Palavras-chave em inglês
Crustacea. Settlement. Competency. Supply. Vertical migration. Larval transport. Coastal Management
Pachygrapsus transversus.
Resumo em inglês
The present study was carried out along a coastline including two bays in Ubatuba, SP, Brazil. The main objectives were (1) examine, at six different rocky shores, the time series of decapod larval settlement in order to understand the physical forcing associated to onshore transport, (2) locate neustonic plankton larval aggregations over the diel cycle to infer on the nature of patchiness and to verify the occurrence of vertical migration in the decapod species examined, and (3) test the relationship between larval supply and settlement, at different spatial scales. The role of larval competency was discussed based on evidence obtained by sampling the plankton at distinct within-bay areas and comparing the results both within and between taxa. From May to August 2005, samples were carried out every other day to estimate the larval settlement rate of two different decapod assemblages in artificial collectors. During two settlement pulses recorded for the megalopae of Pachygrapsus transversus, the nycthemeral neustonic occurrence of that and other decapod stages was assessed. Subsamples of brachyuran megalopae were separated to measure their competency level, by means of both larval rearing, thus obtaining time-to-moult estimates, and microscopic moult-staging of readily fixed individuals. Log-linear models were used to test the effect of wind and tide range on settlement rate, and results were confronted to possible scenarios of surface currents provided by hydrodynamic numerical modeling. Planktonic samples revealed that patches of larvae are coincident to slick fringes, probably caused by the formation of internal waves. A suite of shrimp species undertakes a typical diel vertical migration, while a reversed pattern was found for grapsids, which may assist the final onshore transport to settlement grounds due to marine breezes. Swimming crabs did not show any vertical xi migration trend. Competency is suggested to be better estimated using the larval rearing method. In within-bay areas, portunid megalopae appeared to be more competent to settle than those of grapsids, probably because the former are closer to settlement substrates than the latter, which should be first advected to the nearshore. Within-taxon comparisons revealed that neustonic megalopae of P. transversus collected in within-bay areas are less competent than those obtained from benthic collectors. A transitional stage was missing, suggesting that the transition to the benthos and the development into competent stages are more complex than usually assumed. Significant correlations between megalopae supply and settlement rate were not found. The settlement rate of decapods inhabiting the intertidal region of the rocky coast sampled is apparently dependent on the interaction of wind and tide forcing coupled with larval behaviour. Settlement rate of both grapsids and palaemonids follows a semilunar rhythm, with maxima occurring near neap tides, corroborating the hypothesis that tidally-driven internal motions are also responsible for onshore larval transport coastal decapods. Onshore wind-forcing was found to be the key agent, although dependent on the tide regime, while winds blowing from northeast are suggested to bring larvae from source sites. Coastal circulation patterns and spatially-consistent settlement contrasts indicate that Flamengo Bay is an important area of larval deposition.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
fabianamoreira.pdf (1.21 Mbytes)
Data de Publicação
2011-12-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.