• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2013.tde-02042013-111519
Documento
Autor
Nome completo
Juliana de Oliveira Vicentini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2013
Orientador
Banca examinadora
Almeida Junior, Antonio Ribeiro de (Presidente)
Andrade, Thales Haddad Novaes de
Iokoi, Zilda Marcia Gricoli
Título em português
O discurso ambiental da TV: a Amazônia do "Globo Repórter"
Palavras-chave em português
Amazônia
Globo Repórter
Meios de comunicação de massa
Mídia
Questão ambiental
Televisão
Resumo em português
Os meios de comunicação de massa se fazem onipresentes na sociedade contemporânea, sendo legitimadores de discursos. Um dos temas que tem sido abordado pela mídia é o ambiente. No Brasil, a televisão é a referência para que o cidadão comum se informe sobre os assuntos ambientais. O "Globo Repórter" é um dos programas mais antigos da TV brasileira e possui abrangência nacional, além disto, pode ser considerado como um dos popularizadores de discursos sobre o ambiente. Conhecida internacionalmente por sua complexidade e por ser parcialmente responsável pela estabilidade ambiental do planeta, a Amazônia tem sido discutida em diversos segmentos da sociedade, inclusive nos âmbitos nacional e internacional. Por esta razão, ela se tornou uma das pautas da mídia e consequentemente um dos assuntos abordados periodicamente pelo "Globo Repórter". Deste modo, o objetivo desta pesquisa é analisar de que maneira a Amazônia foi veiculada por aquele programa televisivo durante todo o ano de 2010. Para tanto, desenvolveu-se análises de conteúdo e análises críticas do discurso. Nos programas analisados, a Amazônia está associada à natureza, cujo foco reside nas imagens de rio, floresta e biodiversidade. Os demais assuntos que poderiam ser abordados foram em grande medida silenciados. Desta maneira o atual discurso do programa ainda está enraizado nas antigas visões da época dos viajantes, os quais associavam a região ao paraíso, no qual a Amazônia era projetada como paradisíaca e como uma terra de superlativos. Aquela região é constantemente (re)descoberta pelo programa, uma vez que ela é mostrada como um lugar isolado e ainda a ser desbravado. Verificou-se que a Amazônia é exibida de forma parcial, no qual o "Globo Repórter" seleciona determinado fragmento sobre ela e o homogeniza para todo o território. A população selecionada para integrar as imagens do programa é aquela que está diretamente atrelada ao mundo natural: os ribeirinhos. Estas pessoas que aparecem naquele discurso televisivo ficam em segundo plano, portanto, não são tratadas como sujeitos históricos, mas sim, como um ornamento amazônico para reforçar a ideia de que a Amazônia é apenas sinônimo de natureza. A fonte de notícia legitimada pelo programa é a fonte oficial, ou seja, pessoas que representam o Poder Público. No entanto, aquelas pessoas são autorizadas a discursar apenas na direção daquilo que a "Rede Globo" considera relevante. Deste modo, a principal fonte do programa é a própria emissora. O "Globo Repórter" pode ser considerado como parte integrante do processo de educação informal dos indivíduos, portanto, esta visão parcial sobre a Amazônia veiculada pelo programa pode influenciar a maneira pela qual as pessoas pensam a respeito daquela região, ou seja, pode acarretar em desinformação sobre ela.
Título em inglês
Environmental discourse of TV: Amazon by "Globo Reporter"
Palavras-chave em inglês
Amazon
Environmental Issue
Globo Reporter
Mass Media
Media
Television
Resumo em inglês
Mass media are ubiquitous in contemporary society, legitimating discourses. One of the subjects widely covered by the media is the environment. In Brazil, television is the reference for ordinary citizens to obtain information about environmental issues. The "Globo Reporter" is in the air for many years on Brazilian television. It can be considered as one of main means to popularize discourses on environment. Known internationally for its complexity and for being partially responsible for the environmental stability of the planet, the Amazon has been discussed by various social segments, both in the national and international scenarios. Therefore, the environment has become one the issues most discussed periodically by the "Globo Reporter" program. The objective of this research is to analyze how the Amazon was conveyed by the "Globo Reporter" program throughout the year 2010. For that purpose, we developed content analysis and critical discourse analysis. In the programs analyzed, the Amazon is associated with nature, where the focus lies in images of rivers, the forest and biodiversity. The other issues that could be addressed were largely underreported. Thus the current discourse of the program is still rooted in the ancient views of travelers, who associated the region to a paradise, conveying the idea that the Amazon is a paradise and a land of superlatives. That region is constantly (re) discovered by the program, once it is shown as an isolated place and yet to be explored. It was verified that the Amazon is displayed with bias, where "Globo Reporter" selects specific fragment of the forest and homogenizes it for the whole territory. The selected population that integrate the images of the program is directly tied to the natural world: the river-bank population. The people that are portrayed in that television discourse are in the background, therefore, they are not treated as historical subjects, but as ornaments of the Amazon to reinforce the idea that the Amazon is equated to nature. The legitimate source of news presented in the program was the official source, that is, people who represent the government. However, those people are allowed to speak only in the direction of what the "Globo" considers relevant. Thus, the main source of the program is the TV station itself. The "Globo Reporter" can be considered as part of the process of informal education for individuals, so this biased view on Amazon conveyed by the program can influence the way people perceive that region, i.e., it can mislead viewers .
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.