• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.91.2013.tde-27112013-111952
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Siqueira Bovendorp
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2013
Orientador
Banca examinadora
Percequillo, Alexandre Reis (Presidente)
Araújo, Márcio Silva
Ferraz, Katia Maria Paschoaletto Micchi de Barros
Rodrigues, Mauro Galetti
Vieira, Emerson Monteiro
Título em português
História natural e ecologia de duas espécies de roedores simpátricas da tribo Oryzomyini (Cricetidae: Sigmodontinae) na floresta Atlântica
Palavras-chave em português
Área de vida
Dieta
Ecologia
Estrutura Populacional
Euryoryzomys russatus
História Natural
Mata Atlântica
Oryzomyini
Roedores
Sigmodontinae
Sooretamys angouya
Resumo em português
Dentre os ecossistemas neotropicais, a Mata Atlântica é considerada um dos mais importantes hotspots mundiais. O presente estudo foi conduzido na Reserva Florestal Morro Grande - RFMG (23°39'-23°48'S, 47°01'-46°55'W), reconhecida pelo seu alto valor para a conservação e está localizada na faixa da Mata Atlântica Ombrófila Densa Montana, Planalto Atlântico do Estado de São Paulo. Presentes na Mata Atlântica, os pequenos mamíferos não-voadores constituem o grupo de mamíferos mais diverso do bioma, e dados recentes relacionados à representatividade ecológica sugerem que os Orizomíneos mais típicos, comuns e abundantes das florestas costeiras e de planalto no estado de São Paulo são Euryoryzomys russatus e Sooretamys angouya. Estes dados ainda indicam que E. russatus e S. angouya, espécies classificadas respectivamente como "em risco de extinção" e "deficiente de dados" no Estado de São Paulo, respondem diferentemente ao processo de fragmentação, mas não existem informações suficientes disponíveis de história natural e autoecologia para o melhor entendimento destas respostas ao ambiente. O presente projeto avaliou a estrutura populacional, a área de vida, o uso do espaço, a dieta e seleção alimentar exibida por E. russatus e S. angouya na RFMG. O presente trabalho demonstrou que a espécie E. russatus apresenta uma abundância maior do que S. angouya na RFMG e que a temperatura e a disponibilidade de frutos influenciam a variação populacional de E. russatus, enquanto que, para S. angouya, a variação populacional independe dos fatores bióticos (frutos e artrópodes) ou abióticos (temperatura e precipitação) avaliados. Foi verificado uma estratificação vertical no uso do espaço para S. angouya e E. russatus, já que S. angouya apresentou uma locomoção escansorial enquanto E. russatus se apresentou estritamente terrestre. O estudo sugere que a disponibilidade de recursos, o período reprodutivo e o tamanho do indivíduo são os principais fatores que afetam o tamanho de área de vida, o uso do espaço e a locomoção apresentada pelas espécies. Os resultados obtidos pelo estudo da dieta, demonstram de forma conclusiva que E. russatus seleciona alimentos de origem animal, e que S. angouya utiliza muito pouco, ou não utiliza, fontes de origem animal, mas sim fontes vegetais ricas em proteínas e carboidratos, como os frutos. Este estudo possibilitou a compreensão de estratégias de vida adotadas por E. russatus e S. angouya, o que permitiu uma análise comparada da história natural a partir de um contexto evolutivo de organismos que compartilham a mesma escala geográfica e temporal, o que é algo inédito dentro da tribo e da subfamília.
Título em inglês
Natural history and ecology for two sympatric Oryzomyini rodents (Cricetidae: Sigmodontinae) in the Atlântic Forest
Palavras-chave em inglês
Atlantic Forest
Diet
Ecology
Euryoryzomys russatus
Home range
Natural History
Oryzomyini
Population Structure
Rodents
Sigmodontinae
Sooretamys angouya
Resumo em inglês
The Atlantic Forest is considered one of the most important global hotspot among the neotropical ecosystems. This study was conducted at the Morro Grande Forest Reserve - MGFR (23°39'-23°48'S, 47°01'-46°55'W), located in the Dense Montana Atlantic forest, Atlantic Plateau of São Paulo, Brazil, which is known by its high conservation value. The non-flying small mammals are the most diverse group of mammals in the Atlantic forest and recent data suggest Euryoryzomys russatus and Sooretamys angouya as the most common and abundant species in coastal forests and highlands in the state of São Paulo. These data also indicate that E. russatus is classified as endangered and S. angouya as data deficient in the state of São Paulo red list, and these species respond differently to the fragmentation process. This project evaluated the population structure, the living area, the use of space, the diet, and food selection displayed by E. russatus and S. angouya in MGFR. This study demonstrated that the species E. russatus features greater abundance than S. angouya in the study area. Thus, the temperature and the availability of fruits influenced the variation of the population of E. russatus, whereas the population variation of S. angouya showed no dependence of assessed biotic (fruits and arthropods) or abiotic factors (temperature and precipitation). Vertical stratification was observed in the use of space between S. angouya and E. russatus, once S. angouya presented escansorial locomotion and E. russatus was strictly terrestrial. The study suggests that the availability of resources, the reproductive period and the individual overall size are the main factors that affect the home range size, the use of space and mobility presented by the species. The results obtained by the study of diet demonstrate conclusively that E. russatus selects animal origin and S. angouya uses very little or does not use animal food resources, choosing plant sources rich in protein and carbohydrates, such as fruits. This study brought a better understanding of the life strategies adopted by E. russatus and S. angouya, which allowed the comparison of natural history of organisms that share the same spatial and temporal scale under an evolutionary perspective, which is a completely new approach within the tribe and subfamily.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-12-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.