• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.93.2013.tde-25042014-112545
Documento
Autor
Nome completo
Heloisa Pinto Ururahy
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Matuck, Artur (Presidente)
Costa, Carlos Roberto Zibel
Silva, Marcos Solon Kretli da
Título em português
Museus na internet do século XXI: a caminho do museu ubíquo
Palavras-chave em português
Acervos digitais
Arte efêmera
Difusão cultural
Galerias
Gêneros artísticos
Herança cultural
Internet
Mídias móveis
Museus
Museus virtuais
Patrimônio imaterial
Redes sociais
Resumo em português
A pesquisa observa as novas relações de produção e difusão da arte que surgiram com a utilização da internet e das novas tecnologias, pelas instituições culturais, para a expansão de suas atividades. A investigação propõe que essa nova forma de comunicação pode unir o alcance das plataformas virtuais, a credibilidade de grandes centros artísticos e a força dos processos colaborativos de criação em rede para ampliar a propagação da arte e da cultura. O estudo pretende mostrar como museus, galerias e instituições culturais em geral, têm desenvolvido trabalhos na world wide web, desde o começo dos anos 90, de forma a ampliar o acesso do público, não apenas a seus acervos e exposições, mas também à possibilidade de criação conjunta do conhecimento museológico e de nossa herança cultural. Através da observação dos conteúdos disponibilizados na rede por museus variados, nacionais e internacionais, relacionados a artigos sobre questões contemporâneas da museologia, são analisados como os objetivos das instituições artísticas quanto ao uso do ciberespaço têm evoluído. Há um crescente esforço em suprir as necessidades culturais dos novos espectadores da era conectada da internet. Hoje, modelos de exposições virtuais permitem que formatos de arte efêmera, como performances ou intervenções, possam efetivamente fazer parte dos espaços museológicos. Foi criada uma nova ligação com o visitante do museu, que pode estar em qualquer lugar do mundo e, utilizando redes sociais e mídias móveis, passa a ser criador e difusor de conteúdo, além de receptor. Por fim, há a reflexão sobre como, enquanto se adéquam às novas relações do homem com a arte e a cultura através do mundo virtual, as instituições devem se preocupar com a responsabilidade social e a democratização do acesso aos bens culturais por aqueles que ainda não tem contato frequente com as novas tecnologias.
Título em inglês
Museums on the internet of the 21st century: on the way to the ubiquitous museum
Palavras-chave em inglês
Artistic genres
Cultural diffusion
Cultural heritage
Digital archives
Ephemeral art
Galleries
Intangible heritage
Internet
Mobile media
Museums
Social networks
Virtual museums
Resumo em inglês
The research points the new relations of production and dissemination of art that emerge with the use of the Internet and new technologies, by cultural institutions to expand their activities. The research suggests that this new form of communication can put together the reach of virtual platforms, the credibility of major artistic centers and the strength of networks for collaborative creation processes, to enlarge the propagation of art and culture. The study aims to show how museums, galleries and cultural institutions in general, have developed activities on the world wide web since the early '90s, in order to increase public access, not only to their collections and exhibitions, but also to the possibility of joint creation of the museological knowledge and cultural heritage. How the goals of art institutions in the use of cyberspace have evolved are analyzed through observation of the content provided on the net by various museums, national and international, related with articles about issues on contemporary museology. There is a growing effort to meet the cultural needs of the new spectators of internet connected age. Nowadays, virtual exhibitions models allow ephemeral art formats, such as performances or interventions, to effectively be part of the museum spaces. A new connection was created with the museum visitor, who can be anywhere in the world and, using social networks and mobile media, becomes a creator and disseminator of content, as well as a receiver. Finally, there is the observation on how, while adapting with the man's new relationship with art and culture through the virtual world, institutions should concern also about social responsibility and democratic access to culture for those who do not have frequent contact with new technologies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-04-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.