• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2011.tde-08122011-102440
Documento
Autor
Nome completo
Ednilson Sebastião de Ávila
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Diniz, Eliezer Martins (Presidente)
Feijó, Flávio Tosi
Sakurai, Sérgio Naruhiko
Título em português
Evidências sobre curva ambiental de Kuznets e convergência das emissões
Palavras-chave em português
Convergência das emissões
Crescimento econômico
Curva Ambiental de Kuznets
Resumo em português
Nos últimos anos, os impactos da poluição no meio ambiente se tornou um tema de grande relevância, uma vez que níveis desmedidos de emissões têm sido responsáveis por alterações ambientais. Muitos autores se dedicaram a estudar a relação existente entre o crescimento econômico e a poluição. Destes estudos, surgiram duas abordagens distintas: Curva Ambiental de Kuznets e convergência das emissões. A Curva Ambiental de Kuznets postula a existência de uma relação no formato U invertido entre emissões e renda. Desta forma, à medida que renda alcança um certo nível, a taxa de crescimento das emissões se reduz. Já a convergência das emissões implica em uma taxa de crescimento equilibrado no longo prazo, o que leva ao estado estacionário das emissões. Neste contexto, Brock e Taylor (2010) desenvolveram um modelo alternativo que liga estas duas metodologias. O modelo presume que, quando as emissões convergem ao estado estacionário, implicitamente ocorre o movimento descrito pela Curva Ambiental de Kuznets. O objetivo deste trabalho é estimar os dois modelos separadamente com o intuito de verificar se os resultados apontam para uma mesma direção. As estimações da CAK foram sensíveis ao modelo escolhido. Quando se utiliza a renda e a renda ao quadrado como explicativas, os coeficientes estimados apontam para uma curva no formato U invertido, com ponto de inflexão de US$ 792.805,60. Já a estimação do modelo com as variáveis renda, renda ao quadrado e renda ao cubo apresentou uma curva no formato N, e o ponto de inflexão obtido foi de US$ 6.168,88. A estimação do modelo convergência proposto por Brock e Taylor (2010) apontou evidências que ocorre convergência condicional das emissões per capita, para a maioria das estimações realizadas.
Título em inglês
Evidences about Environmental Kuznets Curve and convergence of emissions
Palavras-chave em inglês
Convergence of emissions
Economic growth
Environmental Kuznets Curve
Resumo em inglês
Recently the impacts of pollution on environment became a relevant topic, as great levels of emissions are responsible for environmental change. Many researchers started to study the relationship between economic growth and pollution. Two distinct approaches followed from these studies: the Environmental Kuznets Curve and the convergence of emissions. The Environmental Kuznets Curve assumes the existence of an inverted U relationship between emissions and income. As the income grows and reaches a threshold level, the growth rate of emissions goes down. The convergence of emissions implies a steady state of emissions in the long run. In this context, Brock and Taylor (2010) built an alternative model that makes a bridge between both methodologies. The model assumes that as there is convergence of emissions towards steady state, there is as a result a path similar to an Environmental Kuznets Curve. The purpose of this research is to estimate both models separately in order to verify if the results point to the same conclusions. The estimates of the Environmental Kuznets Curve were sensitive to the model chosen. As we use income and income squared as independent variables, the estimated coefficients point to an inverted U curve with a turning point at US$ 792,805.60. The estimates of the model with the variables income, income squared and income cubic reveals a N curve with a turning point at US$ 6,168.88. The estimates of the convergence model proposed by Brock and Taylor (2010) pointed to conditional convergence of emissions per capita for most of the cases.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-12-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.