• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Júlio Kyosen Nakatani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Neves, Marcos Fava (Presidente)
Alcantara, Rosane Lucia Chicarelli
Caldana, Adriana Cristina Ferreira
Castro, Luciano Thomé e
Nascimento, Abadia dos Reis
Rossi, Ricardo Messias
Título em português
Canais de distribuição de produtores de hortícolas: uma proposta de gestão
Palavras-chave em português
Canais de Distribuição
Custos de Transações
Hortaliça
Tomate
Resumo em português
Um dos maiores desafios encarados pelo produtor rural, e em especial o de hortaliças, é a comercialização de seus produtos. Percebe-se ser necessário esquematizar formas de se obter o melhor controle da qualidade dos produtos, mitigar as perdas de pós-colheita, agregar valor ao produto e distribuir melhor o lucro pela cadeia produtiva, assegurando a sustentabilidade da mesma. Surgem, então, as questões de quais são as transações e modelos de gestão existentes nos canais de distribuição de produtores de hortícolas. Qual modelo de gestão seria o mais adequado para os membros da cadeia? Na tentativa de contribuir com a solução deste problema, o presente estudo tem o objetivo de caracterizar as transações e modelos de gestão existentes entre produtores de hortícolas, intermediários e varejistas, e propor um novo modelo de gestão. Utilizaram-se entrevistas em profundidade para caracterização da cadeia de hortaliças e o estudo de caso único integrado de produtores de hortaliças, em especial o tomate, intermediários e varejistas na região metropolitana de Goiânia, Goiás. A análise dos dados foi por meio da triangulação do referencial teórico com os modelos de canais de distribuição de produtos perecíveis e com a descrição do caso. Os resultados do estudo indicaram que existem modelos de canais de distribuição eficientes, para a cadeia de produtos perecíveis na literatura; que os modelos caracterizados, na região de Goiânia, são passíveis de melhorias para atender as mudanças nos padrões de consumo e regulação dos canais de distribuição; existe, pois congruência e sinergias entre a teoria e modelos de canais de distribuição de produtores de hortícolas; e que esses permitem a elaboração de modelos organizacionais mais adequados, entre produtores de hortaliças, intermediários e varejistas. Com a proposição desse modelo, espera-se contribuir com uma estrutura organizacional que auxilie nas atividades de planejamento e gestão dos canais de distribuição de produtores de hortícolas, por gestores e especialistas, com transparência, sinergismo e satisfação de todos envolvido nos elos da cultura de tomate
Título em inglês
Distribution channels of horticultural producers: a management proposal
Palavras-chave em inglês
Distribution Channels
Tomato
Transactions Costs
Vegetable
Resumo em inglês
One of the biggest challenges faced by the rural producer, and in particular one of the vegetables, is the commercialization of its products. It is necessary to outline ways to obtain better control of product quality, mitigate postharvest losses, add value to the product and better distribute the profit through the production chain, ensuring the sustainability of the same. The question then arises of which transactions and management models exist in the distribution channels of vegetable producers and which management model would be the most appropriate for the members of the chain? To contribute to the solution of this problem, the present study has the objective of characterizing the transactions and management models existing among horticultural producers, intermediaries, and retailers and propose a new management model. We used in-depth interviews to characterize the vegetable chain and the single integrated case study of vegetable producers, especially tomato, intermediaries and retailers in the metropolitan region of Goiânia, Goiás. Data analysis was done through triangulation of the theoretical reference with the models of channels of distribution of perishable products and with the description of the case. The results of the study indicated that there are models of efficient distribution channels for the chain of perishable products in the literature; that the models characterized in the region of Goiânia can be improved to meet the changes in consumption patterns and regulation of the distribution channels; that there are congruence and synergies between the theory and models of distribution channels of horticultural; and that these allow the elaboration of more appropriate organizational models among vegetable producers, intermediaries, and retailers. With the proposal of this model, it is hoped to contribute with an organizational structure that will assist in the planning and management of the vegetable distribution channels by managers and specialists, with transparency, synergism, and satisfaction of all involved in the production chain of tomato culture
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.