• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2011.tde-18102011-170438
Documento
Autor
Nome completo
Felipe Lorenzen
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Assaf Neto, Alexandre (Presidente)
Lima, Fabiano Guasti
Perera, Luiz Carlos Jacob
Título em português
Análise da eficácia das operações de hedge cambial de companhias abertas brasileiras
Palavras-chave em português
Derivativos
Gestão de Risco
Operações de hedge
Resumo em português
Neste trabalho analisamos a eficácia das operações de hedge cambial de uma amostra de companhias abertas, não-financeiras, com ações negociadas na BM&FBOVESPA. A amostra selecionada consiste em nove empresas, que foram selecionadas como aquelas possuindo o maior valor de mercado médio, durante o período analisado, que consiste nos exercícios de 2005 a 2009, dentro de cada um dos setores existentes na classificação setorial da BM&FBOVESPA, excluindo o setor financeiro. A eficácia das operações de hedge das companhias selecionadas foi avaliada usando-se os dados divulgados nas demonstrações financeiras, através de três metodologias distintas de avaliação de eficácia de operações de hedge. A determinação de hedges altamente eficazes foi realizada fazendo uso da métrica proposta pelo FASB, onde um hedge é considerado altamente eficaz quando este proporciona uma cobertura entre 80% e 125%, na exposição ao risco, decorrente da variação no fator identificado de risco, que neste caso foi a variação cambial. Os resultados obtidos apontam para uma grande variabilidade da eficácia das operações de hedge, tanto entre as companhias estudadas, quanto entre as diferentes metodologias de avaliação utilizada. Os resultados também mostram a necessidade da divulgação de informações contábeis mais precisas e abrangentes no que se refere às operações de hedge cambial.
Título em inglês
Analysis of foreign exchange hedge operation in public traded Brazilian companies
Palavras-chave em inglês
Derivatives
Hedge operations
Risk management
Resumo em inglês
In this work we analyze the effectiveness of foreign currency hedge operations in a sample of public traded, non-financial companies, with stocks traded on the Sao Paulo Stock Exchange (BM&FBOVESPA). The selected sample is made of nine companies with highest mean market value, during the analyzed period, which consists of the exercises between 2005 and 2009, inside all sectors present in the BM&FBOVESPA sector classification, excluding the financial sector. The effectiveness of hedge operations was measured using three different hedge effectiveness measurement methodologies. The determination of highly effective hedge was based on the scale proposed by FASB, where a hedge is considered highly effective when it provides an offset between 80% and 125%, in the risk exposure due to the variation in the identified risk factor, which in this case, was the foreign exchange risk. The results obtained point to a great variability in the measured hedge effectiveness, among companies, as well as among the different used methodologies. The results also point to the necessity of more precise and comprehensive accounting disclosures regarding foreign exchange hedge operations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.