• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.99.2020.tde-09032020-115746
Documento
Autor
Nome completo
Victor Henrique Ferreira de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Camara, Tamara Nunes de Lima (Presidente)
Deus, Juliana Telles de
Natal, Delsio
Rocha, Lincoln Suesdek
Título em português
Avaliação da transmissão vertical de arbovírus em Aedes aegypti e Aedes albopictus (Diptera: Culicidae) em condições naturais
Palavras-chave em português
Aedes
Arbovírus
Mosquitos
Vetores
Resumo em português
A transmissão vertical natural (TVN) é considerada como a sendo a forma de transmissão do vírus dengue (DENV) menos estudada no mundo, podendo representar um importante mecanismo de manutenção desse patógeno no ambiente. Haja vista que a dinâmica de infecção do DENV pode variar de acordo com as populações selvagens de vetores e origem do vírus isolado, as taxas de transmissão vertical também podem variar entre regiões. No entanto, embora a cidade de São Paulo seja a mais populosa das América Latina e tenha sofrido com grandes epidemias de dengue, a TVN nunca havia sido evidenciada nessa área. O presente trabalha objetiva realizar abordagem experimental, empírica e meta-analítica da transmissão vertical de arbovírus nas espécies Ae. aegypti e Ae. albopictus em condições naturais através de levantamento bibliográfico da literatura, investigação da transmissão vertical na cidade de São Paulo e comparação das Taxas Mínimas de Infecção (TMI) obtidas no Brasil e no mundo. Neste trabalho obtivemos 62 estudos sobre a TVN do DENV, 5 sobre ZIKV e 4 sobre CHIKV. Analisamos 2.730 machos (940 de Ae. aegypti e 1.790 de Ae. albopictus), coletados em um parque urbano da cidade de São Paulo, para a verificação da presença de transmissão vertical e comparação as Taxas Mínimas de Infecção obtidas. Como resultado, América do Sul e Ásia foram os maiores produtores de conhecimento sobre o assunto e isso pode estar relacionado ao elevado número de países endêmicos nos dois continentes. A baixa quantidade de estudos realizados na América do Norte e Central indica a necessidade de melhor entendimento da dinâmica desse fenômeno nessas áreas. Além disso, descrevemos, pela primeira vez, a confirmação da transmissão vertical natural do sorotipo DENV-3 na cidade de São Paulo em dois pools de machos de Ae. albopictus em períodos que não registraram casos autóctones humanos desse sorotipo, indicando que áreas verdes podem estar servindo de refúgio para sorotipos de circulação silenciosa, sendo a TVN um de seus possíveis mecanismos de manutenção nesse ambiente. Por fim, a comparação das TMI's não corroboraram com a hipótese da existência de uma tendência geral de favorecimento na transmissão vertical natural de um determinado sorotipo sobre o outro, bem como entre espécies vetoras.
Título em inglês
Evaluation of arbovirus vertical transmission in Aedes aegypti and Aedes albopictus (Diptera: Culicidae) under natural conditions
Palavras-chave em inglês
Aedes
Arbovirus
Mosquitoes
Vectors
Resumo em inglês
Natural vertical transmission (TVN) is considered the least studied form of dengue virus (DENV) transmission worldwide, and may represent an important mechanism of maintenance of this pathogen in the environment. Bearing in mind that the dynamics of DENV infection may vary according to wild vector populations and origin of the isolated virus, vertical transmission rates may also vary according to the region. However, although the city of São Paulo is the most populous in Latin America and has suffered from major dengue epidemics, TVN has never been detected in this area. The present work aims to carry out an experimental, empirical and meta-analytical approach to vertical transmission of arboviruses in Ae. aegypti and Ae. albopictus species in natural conditions through a bibliographic survey of the literature, investigation of vertical transmission in the city of São Paulo and comparison of the Minimum Infection Rates (IMT) obtained in Brazil and worldwide. In this work we obtained 62 studies on DENV's TVN, 5 on ZIKV and 4 on CHIKV. We analyzed 2,730 males (940 of Ae. aegypti and 1,790 of Ae. albopictus), collected in an urban park located in the city of São Paulo, to verify the presence of vertical transmission and to compare the Minimum Infection Rates obtained. As a result, South America and Asia were the largest producers of knowledge on the subject and this may be related to the high number of endemic countries on both continents. The low quantity of studies carried out in North and Central America indicates the need for a better understanding of the dynamics of this phenomenon in these areas. In addition, we describe, for the first time, the confirmation of natural vertical transmission of the DENV-3 serotype in the city of São Paulo in two pools of males of Ae. albopictus in periods that did not register autochthonous human cases of this serotype, indicating that green areas may be acting as a refuge areas for serotypes of silent circulation, with TVN being one of its possible maintenance mechanisms in this environment. Finally, the comparison of the TMI's did not corroborate the hypothesis of the existence of a general trend of favoring the natural vertical transmission of a certain serotype over the other, as well as between vector species.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-03-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.