• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Habilitation à Diriger des Recherches
DOI
10.11606/T.22.2011.tde-02082011-154551
Document
Auteur
Nom complet
Silvana Martins Mishima
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Ribeirão Preto, 2011
Jury
Almeida, Maria Cecilia Puntel de (Président)
Egry, Emiko Yoshikawa
Ferraz, Clarice Aparecida
Kurcgant, Paulina
Merhy, Emerson Elias
Titre en portugais
A gerência de serviços de atenção primária à saúde como instrumento para a reorganização da assistência à saúde – o caso do Programa de Saúde da Família
Mots-clés en portugais
atenção primária a saúde
gerência de serviços de saúde
processo de trabalho em saúde
saúde da família
Resumé en portugais
A Reforma Sanitária brasileira trouxe para cenário de construção do Sistema Único de Saúde - SUS um conjunto de demandas gerenciais, assistenciais e intersetoriais que desafiam a administração pública. Um dos desafios é buscar o comprometimento dos trabalhadores de saúde a esta proposta, assim como o estabelecer instrumentos, como, por exemplo, a gerência de serviços de saúde, para a (re)organização do processo de trabalho em saúde que possibilitem o atendimento das necessidades de saúde da população, e a ação de saúde voltada para a produção de cuidados. Analisar gerência em serviços de atenção básica, que desenvolvem o Programa de Saúde da Família – PSF, estratégia adotada pelo Ministério da Saúde para reestruturação da assistência na atenção básica, é a direção apontada neste estudo. A natureza das questões presentes na construção do objeto de estudo e do quadro teórico, sustentado pelos conceitos de processo de trabalho, trabalho em saúde, organização do trabalho, relações sociais entre os trabalhadores de Saúde da Família e do Movimento Institucionalista levaram a localizar esta investigação na abordagem qualitativa, sendo os sujeitos da pesquisa os trabalhadores de três equipes de Saúde da Família do município de Ribeirão Preto. Foi possível identificar que vários foram os fatores que levaram os trabalhadores entrevistados a atuar na Saúde da Família, desde a busca por um trabalho diferenciado, com a possibilidade de ampliação da atuação clínica mais próxima do usuário, da família, visando superar a insatisfação presente no desenvolvimento do trabalho cotidiano, até a possibilidade de engajamento no mercado de trabalho formal. Apesar da lógica da carência e do desamparo marcar a carne dos trabalhadores, encontra-se presente: a potência de criação, a possibilidade de criação da Obra coletiva, mobilizando energias, impregnando o trabalho de aridez e dificuldade, mas também de satisfação, reconhecimento, prazer no trabalho. São as contradições que se insinuam e se escancaram, fazendo o dia a dia cheio de ruídos que podem se fazer dispositivos para a descaptura do trabalho na atenção básica., A ausência de coordenação técnico-política no nível municipal que possa oferecer a condução do processo de implantação e implementação da Saúde da Família é assinalada como dificultadora para o trabalho, sendo que no nível micropolítico esta questão se faz igualmente presente. A coordenação / gerência poderia ajudar a construir esta direcionalidade do trabalho, criar uma linguagem comum entre a equipe, gerar a possibilidade de transformar esta equipe agrupamento em equipe integração, ajudar a ouvir os ruídos do dia a dia e a reconhecer os estranhamentos presentes na lida cotidiana, de modo a criar as brechas para o trabalho na direção da produção de cuidados. Gerência que possa estar implicada, que esteja envolvida no projeto assistencial, em disparar processos de repensar o trabalho, em processos de auto-análise: análise da equipe do que produz, para quê produz, para quem produz, como produz.
Titre en anglais
The management of services of basic health care as instrument for the reorganization of the assistance to health - the case of the Program of Health of the Family
Mots-clés en anglais
Basic Health Care
Health of the family
Health services management
work process in Health
Resumé en anglais
The Brazilian Sanitary Reform brought to the scenery of construction of the Unique System of Health – SUS, a group of managerial, intersectorial and assistances demands which challenge the public administration. One of the challenges is to search the commitment of the workers of Health with this proposal, as well as to establish instruments as, for instance, the management of Health services for the reorganization of the work process in Health that make it possible the fulfillment of the Health needs of the population, and the action of Health aiming at the production of care. The main objective of this study is to analyze management in services of basic care that develop the Program of Health of the Family - PSF, strategy adopted by Ministry of Health for restructuring the attendance in the basic care. The nature of the issues present in the subjects of the construction of the study object and of the theoretical picture are sustained by the concepts of work process, work in Health, organization of the work, social relationship among the workers of Health of the Family and of the Institucionalist Moviment they took to locate this investigation in the qualitative approach, being the subject of the research the workers of three teams of Health of the Family of the municipal district of Ribeirão Preto. It was possible to identify that several were the factors that took the interviewed workers to act in the Health of the Family, from the search for a differentiated work, with the possibility of enlargement of the realization of a clinic closer to the user, to the family, seeking to overcome the present dissatisfaction in the development of the daily work, to the possibility of engagement in the formal job market. In spite of the logics of the lack and of the abandonment to mark the workers' meat it is present: the creation potency, the possibility of creation of the collective Work, mobilizing energies, impregnating the work of aridity and difficulty, but also of satisfaction, recognition, pleasure in the work. The contradictions make advances and they are opened, making it day by day full of noises that can be made devices for the discapture of the work in the basic care, the absence of techno-political coordination in the municipal level that can offer the transport of the implantation process and the implementation of the Health of the Family is marked as difficult for the work, and in the micro political level, this subject is made equally present. The coordination / management could help to build this directionality of the work, to create a common language among the team members, to generate the possibility to transform this team grouping in team integration, to help to hear the noises of the day by day and to recognize the present strangeness in the daily work, in a way to create the breaches for the work in the direction of the production of care. Management that can be implied, that is involved in the care project, in shooting processes of rethinking the work, in self-analysis processes: team analysis of what they produce, why they produce, to whom they produce, and how they produce.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2011-08-02
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.