• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.23.2009.tde-06042009-100137
Documento
Autor
Nome completo
Maria Aparecida Alves de Cerqueira Luz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Banca examinadora
Navarro, Maria Fidela de Lima (Presidente)
Chavez, Victor Elias Arana
Marques, Marcia Martins
Netto, Narciso Garone
Uchoa, Marinês Nobre dos Santos
Título em português
Remineralização de lesões naturais de cárie de dentina in vitro.
Palavras-chave em português
Cárie de dentina
Flúor
Remineralização dentinária
Resumo em português
A literatura relata a remineralização das lesões incipientes de esmalte como um fato consagrado, mas muito se especula a respeito da remineralização das lesões de dentina. Estudamos como se processa a remineralização das lesões naturais de cárie de dentina, em processo contínuo, em solução remineralizante contendo duas concentrações diferentes de flúor. Vinte dentes humanos cariados, recém extraídos, foram identificados, radiografados e fotografados, sendo aleatoriamente separados em dois grupos (N=10). Cada elemento dental teve a lesão de cárie dividida ao meio. Uma das metades das lesões foi submetida ao processo de remineralização em frascos individuais de solução contendo cálcio, fosfato e 1ppm de flúor (grupo 1) ou 500ppm de flúor (grupo2), durante 30 dias, em temperatura de 37°C, com trocas diárias. A outra metade das lesões foi fragmentada em dois quartos, um para análise em microscopia eletrônica de varredura (MEV) e outro para análise de microdureza, prévias à remineralização. Após este processo, a metade da lesão remineralizada foi fragmentada em dois quartos, um para análise ao MEV e outro para análise de microdureza. O conteúdo de flúor de cada frasco com a solução utilizada foi analisado a cada troca, utilizando-se um eletrodo seletivo. O cálculo do flúor absorvido foi realizado pela diferença entre o conteúdo do íon da solução inicial e da final que conteve a lesão. A área das lesões foi estimada através de cálculo 10 matemático, utilizando-se as radiografias e dois softwares. Deste modo, pode-se calcular a absorção por unidade de área. As observações ao MEV mostraram a formação de um depósito mineral lamelar superficial ou em forma de grânulos, provavelmente de fluoreto de cálcio, sendo mais denso para o grupo 500ppm do que para o grupo 1ppm. A análise de absorção de flúor revelou um comportamento cíclico de perda e ganho deste mineral ao longo do processo, mostrando perda final de flúor para o grupo 1ppm e ganho para o grupo 500ppm. Os testes de microdureza não reveleram diferenças estatisticamente significantes pré e pós-remineralização para ambos os grupos, entretanto, houve um ligeiro aumento numérico da dureza para o grupo 500ppm. Concluiu-se que a solução contendo 500ppm de flúor proporcionou a remineralização das lesões naturais de cárie de dentina, apresentando melhor efeito do que a solução contendo 1ppm de flúor, através da formação de um depósito superficial de compostos fluoretados, sem entretanto, produzir aumento estatisticamente significante da dureza superficial.
Título em inglês
In vitro remineralization of natural dentin caries lesions.
Palavras-chave em inglês
Dentin caries lesion
Dentin remineralization
Fluoride
Resumo em inglês
Researches have showed the remineralization of enamel lesions in early stages of development as a established fact. This research studied the remineralization of natural dentin caries lesions, in a continued process, in a remineralizing solution with two different fluoride concentrations. Twenty human carious newly extracted teeth were identified, radiographed, photographed and randomly divided in two groups (N=10). Each caries lesion in each tooth was half divided. One half each lesion was individually submitted to a reminaralization process into a calcium and phosphate solution with 1ppm fluoride (group 1) or 500ppm fluoride (group 2), during thirty days, in 37oC, daily changed. The other half was divided in tow quarters, one quarter for scanning electron microscopy analysis and the other for microhardness analysis previous reminaralization process. After remineralization process each half lesion was also divided in two quarters, one of them for scanning electron microscopy analysis and the other for microhardness analysis. The fluoride content of the used solutions and of the initial solutions was measured using a fluoride ion analyzer. The difference of fluoride concentration into the solutions was considered absorbed by the caries lesion. The lesion square dimensions were calculated using the radiographs and two softwares. This way the absorptions was calculated by lesion unity square. SEM observations of the lesions showed images of mineral deposition on lesions surface, probably of calcium fluoride granules, which was more dense for 500ppm group than for 1ppm group. Fluoride absorptions analysis showed a cyclic 12 behavior of fluoride loss and gain during all process. At the end of the process it was observed fluoride loss, considering all specimens of 1ppm group and fluoride gain considering all specimens of 500ppm group. Microhardness tests do not revealed significant differences before and after remineralization for both groups, nevertheless it was observed a numerical increase in microhardness values for 500ppm group. It was concluded that 500ppm fluoride solutions provided the remineralization of natural dentin caries lesions showing better effect than 1ppm solution, through a mineral surface deposition of fluorides, not producing a significant increase of the surface hardness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
mariaaparecidatld.pdf (8.56 Mbytes)
Data de Publicação
2009-04-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.