• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Habilitation Thesis
DOI
10.11606/T.47.2009.tde-24082009-094342
Document
Author
Full name
Marlene Guirado
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2009
Committee
Maingueneau, Dominique (President)
Abreu, Sergio Franca Adorno de
Crochik, Jose Leon
Fernandes, Maria Ines Assumpcao
Martins, Luiz Antonio Nogueira
Title in Portuguese
A análise institucional do discurso como analítica da subjetividade.
Keywords in Portuguese
Análise
Análise institucional do discurso
Discurso
Instituição
Psicologia
Subjetividade
Abstract in Portuguese
A presente tese de Livre-Docência visa à sustentação teórico-conceitual da análise institucional do discurso como método de pesquisa em psicologia e como estratégia de pensamento para intervenções concretas junto a outras instituições e mesmo na clínica psicanalítica. Tal sustentação será feita pela definição de um objeto à psicologia, aproximado da psicanálise (as relações do modo como são imaginadas e simbolizadas pelos que as fazem), e pela interface desta psicologia, assim definida, com a sociologia da análise de instituições concretas, a lingüística pragmática da análise do discurso francesa e o pensamento de Michel Foucault a que ambas se relacionam, de alguma forma. Da sociologia, tomamos o conceito de instituições como práticas ou relações sociais que se repetem e se legitimam, na ação mesma de seus atores; são seus efeitos de reconhecimento e desconhecimento, no plano das representações, que dão o caráter de legitimidade, de naturalidade, ao que é instituído (Guilhon Albuquerque). Da análise do discurso francesa, os conceitos de gênero de discurso, comunidade discursiva e cena enunciativa permitem pensar a linguagem como discurso e, este, como ato de fala cujo sentido só se pode apreender pelo contexto em que se produz, pelo dispositivo social que o matricia (D. Maingueneau). De Foucault, a concepção de discurso como ato, como instituição, que circula e que é, ao mesmo tempo, alvo de relações de poder, coloca-se como a maquinaria de produção de saber, de verdades e de subjetividades. A análise institucional de discurso que aqui propomos é uma estratégia de pensamento que se sustenta na interface desses campos conceituais. Esse método tem se organizado em mais de vinte anos de estudos, pesquisas, e atuações com diferentes setores ou instituições sociais. Sua característica fundamental, portanto, é a de fazer psicologia na fronteira com outras áreas do conhecimento. Consideramos a psicologia, de partida, uma instituição do conhecimento e da prática profissional, que, na ação de seus atores, onde quer que ela se dê, reconhece certos procedimentos e conhecimentos, não como relativos ao seu modo de produção, mas como naturais e legítimos; nisso, define um âmbito de ação e um objeto como próprios. Para que pudéssemos fazer a psicologia na pesquisa, na clínica e junto a outras instituições sociais, como análise institucional do discurso, configuramos (por recorte, entre tantos possíveis, dada a diversidade de psicologias que se anunciam como tal) um objeto que a aproximasse da psicanálise, com base no campo conceitual que constituímos. Assim, passamos a considerar o objeto institucional da psicologia, as relações tal como imaginadas e simbolizadas pelos que as fazem, desde o início, vida a fora. Foram dedicados estudos aprofundados aos autores aqui nomeados, para que se demonstrasse a pertinência teórica da referência a eles. Mais: de acordo com o momento e situação discutida, foram reapresentados, parcialmente, dois escritos de responsabilidade da autora da presente tese, para que se justificasse com mais consistência o método proposto. Mas, a demonstração de sua sustentabilidade se faz também pelas pesquisas recentes que o atestam.
Title in English
Institutional discourse analysis as an analytic of subjectivity.
Keywords in English
Analysis
Discourse
Institution
Institutional discourse analysis
Psychology
Subjectivity
Abstract in English
This thesis aims to sustain theoretically and conceptually institutional discourse analysis as a method to psychological academic research and as a conceptual strategy to concrete actions in other institutions, including psychoanalytic clinic. This sustentation will be done by the definition of an object to psychology nearby psychoanalysis (the relationships as we can imagine or symbolize them) and its interfaces to sociology (concrete institution analysis), to pragmatic linguistic (discourse analysis) and to the ideas of Michel Foucault. From sociology we take the concept of institution as social relationships that repeat and while repeating, get legitimacy, in the action of the institutional agents; effects of recognition and disowning make the instituted becomes genuine and legitimate. The discourse analysis gives us the concepts of discursive category, discursive community and enunciative scene to work with language as discourse and speech act; so, the meaning of what we say is determined by the social context. From Foucault we learn the concept of discourse as act, as institution; the goal of power relationships, the engine that produces knowledge, truths and subjectivities. The institutional discourse analysis that we propose is a strategy of thinking limited by these conceptual fields. This method has been constructed for twenty years by researches and works at different social institutions. So, its basic characteristic is that psychology is done between and throughout other knowledge disciplines. We consider psychology an institution that can be recognized by its agents as a genuine and legitimate set of procedures and theories. We take psychology near psychoanalysis to define its institutional object in the way to work in the clinic and on academic research as institutional discourse analysis. We dedicated deep studies to the authors of reference. Besides, according to the moment and the context we transcribe a part of two articles of the author of the present thesis in a way to prove the consistence of the method. But the best proof of its resources is the fact that recent academic researches have been made with institutional discourse analysis.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
tesemarleneguirado.pdf (15.03 Mbytes)
Publishing Date
2009-08-24
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.