• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis de Habilitación
DOI
Documento
Autor
Nombre completo
Danilo Silva Guimaraes
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2017
Tribunal
Simao, Livia Mathias (Presidente)
Bairrao, Jose Francisco Miguel Henriques
Branco, Angela Maria Cristina Uchoa de Abreu
Carli, Marilena Ristum
Oliveira, Marta Kohl de
Título en portugués
Multiplicação dialógica: ensaios de psicologia cultural
Palabras clave en portugués
Alteridade
Construtivismo semiótico-cultural
Índios
Intervenção psicossocial
Metapsicologia
Resumen en portugués
O objetivo desta tese é discutir algumas implicações da noção de multiplicação dialógica, construída no âmbito do construtivismo semiótico-cultural em psicologia, para a pesquisa e a prática profissional do psicólogo. O primeiro ensaio desdobra reflexões teórico-metodológicas voltadas para explicitar de que modo a noção de multiplicação dialógica pode se constituir como uma ferramenta relevante para a elaboração de pesquisas na área. O enfoque é dado para a compreensão de processos culturais de construção de sentidos que emergem de experiências inquietantes de desregramento, vivenciadas por uma pessoa concreta em suas relações de alteridade. Ao final do primeiro ensaio, é abordada a formação acadêmica do pesquisador e a psicologia como área do conhecimento que abarca uma variedade de experiências humanas, significadas a partir de fundamentos culturais assentados em ritos e mitos que constituem um ethos. O segundo ensaio desdobra reflexões a partir da experiência da equipe do serviço Rede de Atenção à Pessoa Indígena (IP-USP), discutindo implicações teórico-práticas da noção de multiplicação dialógica para a construção de trabalhos em coautoria na relação psicologia e povos indígenas. Ao longo da tese são propostas reflexões sobre dimensões que excedem o debate histórico-filosófico a respeito da constituição do espaço psicológico centrado na tensão entre o sujeito epistêmico e o sujeito empírico e na relação público-privado. Isto é feito a partir da inclusão de tradições culturais distintas daquela que se configurou na modernidade como parte constitutiva do campo psicológico, da ressignificação da noção de self como território de cultivo da pessoa pela cultura e da fundamentação da participação ritual como via de controle de equívocos no processo de transdução de sentidos emergentes na relação interétnica
Título en inglés
Dialogical mutiplication: essays on cultural psychology
Palabras clave en inglés
Alterity
Indians
Metapsychology
Psychosocial intervention
Semiotic cultural constructivism
Resumen en inglés
The aim of this thesis is to discuss some implications of the notion of dialogical multiplication, which has been developed in the scope of the semiotic-cultural constructivism in psychology, for psychological research and professional practice. The first essay elaborates theoreticalmethodological considerations to expose in what manner the notion of dialogical multiplication may constitute a relevant tool for research in the field. The focus is on understanding cultural processes of meaning construction that emerge from disquieting experiences of derangement lived by a concrete person in their relations of alterity. At the end, the researcher's academic formation is discussed, as well as psychology as a field of knowledge encompassing a variety of human experiences, signified by cultural foundations embedded in rituals and myths that constitute a cultural ethos. The second essay develops considerations on the experience of the team involved in the service Amerindian Support Network (Institute of Psychology - USP), discussing theoretical-practical implications of the notion of dialogical multiplication for the construction of work in co-authorship in the relation psychology and indigenous peoples. Throughout the thesis, considerations are proposed that exceed the historical-philosophical debate over the constitution of the psychological space centered in the tension between the epistemic subject and the empirical subject and in the public-private relation. This is achieved by including cultural traditions distinct from the one that became, in modernity, a constitutive part of the psychological field, by resignifying the notion of self as a territory for the cultivation of the person by the culture, and by establishing ritual participation as a means of controlling equivocation in the process of transduction of the emerging meanings in the interethnic relation
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Guimaraes_LD.pdf (4.02 Mbytes)
Fecha de Publicación
2019-04-30
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.