• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis de Habilitación
DOI
10.11606/T.48.2017.tde-12042017-145225
Documento
Autor
Nombre completo
Claudemir Belintane
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2011
Tribunal
Kishimoto, Tizuko Morchida (Presidente)
Aquino, Julio Roberto Groppa
Coracini, Maria José Rodrigues Faria
Resende, Leticia Marcondes
Tfouni, Leda Verdiani
Título en portugués
A oralidade faz escrita na(s) infância(s): pesquisas e reflexões sobre a relação oralidade-escrita nos anos iniciais de escolarização
Palabras clave en portugués
Alfabetização
Escrita
Inconsciente
Leitura
Oralidade
Subjetividade
Resumen en portugués
Partindo de uma concepção teórica construída entre a Linguística, a Análise do Discurso e a Psicanálise e, ainda, tendo como universo discursivo e de atuação o campo do ensino, esta tese apresenta uma proposta de abordagem da relação oralidade-escrita para o período de alfabetização, mais precisamente, busca uma articulação entre a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. Usando a metáfora de uma dobradiça articulatória entre os dois períodos e, ao mesmo tempo, a metáfora da faixa de Moëbius para considerar a relação oralidade-escrita, a reflexão avança em três tópicos complementares. (1) No primeiro capítulo, procura-se articular um conceito de oralidade especialmente para o ensino, concebendo-a como uma modalidade distinta da fala cotidiana, mas com ela moëbianamente implicada, a partir da qual se põe em relevo o papel da função poética e da literatura na alfabetização, considerando, sobretudo, a possibilidade produtiva do conceito, que aqui se nomeia como "subjetividade de entre-texto", durante o período de entrada da criança na escrita. Para se apurar esse conceito de oralidade, que em si já implica uma dinâmica linguageira de escrita, estende a reflexão teórica, incorporando elementos importantes da história da escrita e da leitura. (2) No segundo capítulo, faz-se uma incursão no campo aplicado a partir de análises de vários documentos (avaliações do INEP, SARESP e PROVA DA CIDADE 2009; Guia do PNLD de 2010, 2011, 2012 e de três manuais didáticos) elabora-se uma crítica do modo como os intelectuais dos governos assimilam as teorias (concepção de língua, de letramento, de gêneros) e as transpõem para as redes públicas brasileiras. (3) No terceiro capítulo, apresenta-se uma reflexão a partir de várias experiências: uma pesquisa de dois anos de duração dentro de uma escola pública paulistana; uma convivência de três anos com uma comunidade de estudantes considerada em níveis não adequados de alfabetização - crianças e jovens provenientes de favelas da zona oeste de São Paulo; uma pesquisa em rede ainda em andamento. Procura-se mostrar o resultado dessas intervenções de ensino, cujos projetos foram elaborados a partir da concepção desenvolvida no capítulo I, que põe em relevo o papel dos gêneros de origem oral e da literatura durante o período de alfabetização. Por fim, a conclusão reforça a importância de se privilegiar a oralidade e a função poética em vez de assumir a concepção pragmática de cidadania vista no capítulo II.
Título en inglés
Orality makes literacy in childhood (s): research and reflections about oral-written relationship in the initial years of schooling
Palabras clave en inglés
Literacy
Orality
Reading
Subjectivity
Unconscious
Writing
Resumen en inglés
From a theoretical framework built between Linguistics, Discourse Analysis and Psychoanalysis, and also focusing the field of education and its universe of discourse and action, this thesis presents a proposed approach to the relation between orality and writing during literacy teaching period; more precisely, it seeks a link between the kindergarten and elementary school. Using the metaphor of an articulation hinge between the two periods and, at the same time, the metaphor of the Moëbius band to consider the relationship between orality and writing, the reflexion advances in three complementary topics. (1)The first chapter seeks to articulate a concept of orality especially for education, conceiving orality as a distinct mode of everyday speech, yet both are implicated in a moëbiusian way; this conception highlights the role of the poetic function and of literature in literacy process, considering especially the possibility of the productive concept, which is named here as " inter-text subjectivity". In order to refine this concept of orality, which in itself implies a language dynamic of writing, this paper extends the theoretical reflection, incorporating important elements of the history of writing and reading. (2) The second chapter provides a foray into the applied field from analysis of various documents (INEP assessments, SARESP 2009 and Proof of the City; Guides PNLD 2010, 2011, 2012 and three textbooks), and elaborates a critique of how government staffs assimilate intellectual theories (conception of language, literacy, genres) and how they transpose them into the network of Brazilian public schools. (3) The third chapter presents a reflection from a variety of experiences: a survey of two years duration in a public school in Sao Paulo; the coexistence of three years with a community of learners in inadequate levels of literacy - children and young people from the slums of the city of São Paulo; a network research still in progress. It will be shown the result of these educational interventions, whose projects have been developed from the concept developed in Chapter I, which highlights the role of genres of oral origin and of literature during the literacy learning process. Finally, the conclusion reinforces the importance of privileging orality and poetic function rather than take a pragmatic conception of citizenship seen in Chapter II.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-04-17
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.