• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.5.2011.tde-04102011-174610
Documento
Autor
Nome completo
Silvano Mario Atilio Raia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1978
Banca examinadora
Raia, Arrigo Antonio (Presidente)
Aboim, Ernani
Pinheiro, Luiz Carlos de Sá Fortes
Silva, José Hilário da
Zerbini, Euriclides de Jesus
Título em português
Descompressão portal seletiva na esquistossomose mansônica
Palavras-chave em português
Descompressão cirurgica/métodos
Esplenomegalia/cirurgia
Esquistossomose mansoni/cirurgia
Hemorragia pós-operatória
Hiperesplenismo/cirurgia
Hipertensão portal/cirurgia
Hipertensão portal/etiologia
Varizes esofágicas e gástricas/complicações
Resumo em português
Obteve-se o controle da recidiva hemorrágica por varizes do esôfago. Os resultados pressóricos associados aos endoscópicos sugerem fortemente que este benefício será mantido. A falta de EPS confirmou as informações experimentais e clínicas. A preservação do fluxo portal em direção ao fígado, mesmo que parcial, evita a complicação. As alterações morfológicas observadas no parênquima hepático não eram esperadas (ainda que nitidamente menores do que as referidas após derivações "clássicas"). Sua interpretação abre um campo atraente para investigações futuras. Sugerem que na derivação porto-sistêmica o trofismo das células hepáticas (falta de sangue portal) é mais sensível do que a função neuropsíquicas (chegada direta na circulação geral). Compreende-se assim como ocorreram alterações tróficas no fígado em pacientes sem EPS. Associando-se os dados da literatura com os resultados desta investigação, pode-se explicar a gradação das lesões tróficas hepatocelulares observadas na APC, AER e DPS [...]
Título em inglês
Selective portal decompression in mansonic schistosomiasis
Palavras-chave em inglês
Esophageal and gastric varices/complications
Hypersplenism/surgery
Portal hypertension/etiology
Portal hypertension/surgery
Schistosomiasis mansoni/surgery
Splenomegaly/surgery
Surgical decompression/methods
Resumo em inglês
Obteve-se o controle da recidiva hemorrágica por varizes do esôfago. Os resultados pressóricos associados aos endoscópicos sugerem fortemente que este benefício será mantido. A falta de EPS confirmou as informações experimentais e clínicas. A preservação do fluxo portal em direção ao fígado, mesmo que parcial, evita a complicação. As alterações morfológicas observadas no parênquima hepático não eram esperadas (ainda que nitidamente menores do que as referidas após derivações "clássicas"). Sua interpretação abre um campo atraente para investigações futuras. Sugerem que na derivação porto-sistêmica o trofismo das células hepáticas (falta de sangue portal) é mais sensível do que a função neuropsíquicas (chegada direta na circulação geral). Compreende-se assim como ocorreram alterações tróficas no fígado em pacientes sem EPS. Associando-se os dados da literatura com os resultados desta investigação, pode-se explicar a gradação das lesões tróficas hepatocelulares observadas na APC, AER e DPS [...]
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-12-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.