• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2012.tde-23082012-093226
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Franzolin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Bizzo, Nelio Marco Vincenzo (Presidente)
Grisolia, Maria de Nazaré Klautau Guimarães
Krasilchik, Myriam
Mori, Lyria
Prestes, Maria Elice de Brzezinski
Título em português
Conhecimentos básicos de genética segundo professores e docentes e sua apresentação em livros didáticos e na academia: aproximações e distanciamentos
Palavras-chave em português
Currículo
Ensino de genética
Livro didático
Transposição didática
Resumo em português
Apresentando dois objetivos, esta pesquisa procurou primeiramente identificar os conhecimentos básicos sobre Genética para a formação de cidadãos críticos no Ensino Médio, segundo professores deste nível de ensino e docentes universitários. Já o segundo objetivo consistia em verificar como, ao estarem presentes nos livros didáticos, esses conhecimentos considerados básicos se aproximam e se distanciam dos saberes acadêmicos. Essa investigação ocorreu em dois contextos: São Paulo (São Paulo - Brasil) e Kalamazoo (Michigan - Estados Unidos). Os conhecimentos de Genética são importantes para a compreensão das várias áreas da Biologia e por sua conexão com diversos aspectos do cotidiano dos indivíduos. Trata-se de uma área em expansão, gerando reflexões sobre quais de seus tópicos são importantes para serem ensinados no âmbito escolar. Já os livros didáticos são recursos que disponibilizam aos alunos conhecimentos dessa área, os quais requerem ao mesmo tempo uma transposição didática e um rigor com relação ao conhecimento produzido pela Ciência. Desse modo, entrevistaram-se professores que lecionam Biologia no Ensino Médio e docentes que lecionam disciplinas relacionadas à Genética e Biologia Molecular nas universidades (Universidade de São Paulo e Western Michigan University). Os dados foram analisados quantitativamente e qualitativamente. Nos livros, foram analisados os conteúdos Meiose, Leis de Mendel e Expressão gênica, procurando comparar os conhecimentos desses materiais com os conhecimentos de uma bibliografia de referência. Para a adoção dessa bibliografia de referência como representante do conhecimento produzido pela academia, tomaram-se alguns cuidados, tais como a consideração de sua transposição didática e a entrevista de um dos autores da principal obra adotada, o Prof. Dr. Richard Lewontin, sobre seu processo de elaboração. A metodologia de análise considerou tanto a importância do rigor do conhecimento presente nos livros didáticos com relação ao conhecimento científico, como a necessidade de transposição didática. Segundo os resultados, houve conteúdos mais preponderantemente mencionados como básicos pelos entrevistados de ambos os contextos, tais como: Padrões de herança (Leis de Mendel), Divisão celular, Genética Molecular (DNA, Expressão gênica), Aplicações da Genética (Biotecnologia) e Gene. Evidenciou-se também uma polêmica a respeito do ensino de Biotecnologia como básico, questionado por alguns entrevistados. Para muitos entrevistados, os conteúdos considerados como básicos são importantes para que os alunos compreendam informações recebidas em seu cotidiano e a expressão de suas próprias características. Entretanto, para tais objetivos, questiona-se aqui se não seria importante mais ênfase em conteúdos relacionados à expressão de características complexas. Nos livros analisados, verificou-se que a frequência relativa de aproximações com relação ao conhecimento de referência era superior aos distanciamentos, sendo para esse último de 0,081 na amostra brasileira e 0,085 na amostra estadunidense. A maioria dos distanciamentos encontrados refere-se a generalizações da ocorrência de determinadas informações e incide em detalhes apresentados pelos autores a respeito do conteúdo. Espera-se que a identificação de tais distanciamentos possa contribuir para o aprimoramento da transposição didática relacionada a tais conhecimentos.
Título em inglês
Basic genetics knowledge for high school students according to teachers and professors and its presentation in textbooks and in reference sources: laxity and rigor
Palavras-chave em inglês
Curriculum
Didactic transposition
Genetics education
Textbooks
Resumo em inglês
This research had two main objectives. First, we aimed to identify basic Genetics topics that high school students need to become critical citizens, according to their teachers and university professors. Second, we aimed to determine how close textbook knowledge is to canonical knowledge of these topics. This study was conducted in two sites: São Paulo (São Paulo, Brazil) and Kalamazoo (Michigan, United States). Understanding Genetics is important for understanding other fields in Biology; moreover, Genetics is connected to many everyday issues. Knowledge in Genetics is constantly expanding; this generates reflection on the most important topics to teach. Textbooks are a didactical resource for teaching knowledge in genetics; but, at the same time, they require both didactical transposition and rigorous adherence to scientific knowledge. Thus, the current study interviewed high school teachers of Biology and University professors of Genetics and Molecular Biology (University of São Paulo and Western Michigan University). Data analysis was based on qualitative and qualitative methods. The presentation of knowledge on three topics: Meiosis, Mendels laws, and Gene expression topics, was analyzed by comparing high school textbooks to a bibliography of references. We adopted this bibliography of references as a representative of canonical knowledge, with some precautions. For example, we considered its didactical transposition, and we interviewed one of the authors of the main reference book adopted, Dr. Richard Lewontin, to clarify its elaboration procedures. In the textbook analysis, we considered the importance of rigor in scientific knowledge and the necessity of didactic transposition. Our results showed that a specific group of topics was preponderantly considered basic by interviewees in both contexts. These topics were: the Patterns of inheritance, Cell division, Molecular Genetics (DNA, Gene expression), Biotechnology, and Genes. We also showed that teaching Biotechnology was controversial among interviewees. Many interviewees said that the topics they considered basic were important for students to understand information received in their everday life and the expression of their own traits. However, to that end, we questioned whether it would not be important to place more emphasis on topics related to the expression of complex traits. The arguments presented in the interviews gave rise to reflections on the justification for teaching some topics. In the textbook analysis, the results showed that the relative frequency of approximations to the reference knowledge was higher than the relative frequency of differences from the reference knowledge. The frequencies of differences were almost the same in both contexts: 0.081 in Brazilian textbooks and 0.085 in American textbooks. The majority of differences occurred because some of the specific details related to the topics were omitted in the textbooks; however this did not change the main ideas. The identification of these differences may be useful for improving the didactic transposition of knowledge in Genetics.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
f_corrigido.pdf (2.73 Mbytes)
g_corrigido.pdf (5.03 Mbytes)
h_corrigido.pdf (729.17 Kbytes)
Data de Publicação
2012-08-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.