• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.5.2014.tde-12092014-150343
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Mendonça Munhoz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Banca examinadora
Gemperli, Rolf (Presidente)
Cunha, Marcelo Sacramento
Freitas, Renato da Silva
Otoch, Jose Pinhata
Sabino Neto, Miguel
Título em português
Análise dos fatores preditivos clínicos e cirúrgicos na evolução pós operatória imediata em pacientes submetidas a reconstrução mamária com tecido aloplástico em mastectomias com preservação do complexo aréolo-papilar
Palavras-chave em português
Dispositivos para expansão de tecidos/classificação
Dispositivos para expansão de tecidos/contraindicações
Dispositivos para expansão de tecidos/efeitos adversos
Dispositivos para expansão de tecidos/utilização
Implante mamário/contraindicações
Implante mamário/efeitos adversos
Implante mamário/classificação
Implante mamário/reabilitação
Implante mamário/utilização
Mamoplastia/classificação
Mamoplastia/reabilitação
Mastectomia subcutânea/contraindicações
Mastectomia subcutânea/história
Mastectomia subcutânea/classificação
Mastectomia subcutânea/efeitos adversos
Mastectomia subcutânea/reabilitação
Mastectomia subcutânea/utilização
Neoplasias de mama/complicações
Neoplasias de mama/reabilitação
Neoplasias de mama/cirurgia
Neoplasias de mama/genética
Resumo em português
A mastectomia com preservação do complexo aréolo-papilar (CAP) constitui procedimento cirúrgico no tratamento de diversas afecções mamárias sejam terapêuticas ou redutoras de risco. Embora séries clínicas têm sido descritas, existem poucos estudos que descrevem fatores de risco para complicações. O objetivo deste estudo é avaliar a incidência de complicações em uma série de pacientes submetidos a mastectomias com preservação do CAP e a correlação entre os diferentes fatores de risco clínicos, e cirúrgicos. Em um estudo clínico retrospectivo do tipo coorte, 158 pacientes com diagnóstico de câncer de mama (carcinoma in situ e invasivo) e alto risco para câncer de mama foram estratificados em grupos com base em diferentes vias de acesso (hemi- periareolar, duplo círculo periareolar e mamoplastia). A amostra clínica foi pareada por faixa etária, índice de massa corporal (IMC), doenças clínicas associadas (hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus), tabagismo e peso da mama. A média de seguimento foi de 65,6 meses. Em 106 (67%) pacientes, mastectomia foi realizada para o tratamento de câncer de mama e em 52 (32,9%) para a redução de risco de câncer. Trinta e nove (24,6%) pacientes foram submetidos à via de acesso hemi-periareolar, 67 (42,4%) ao duplo círculo periareolar e 52 (33%) a mamoplastia. A reconstrução mamária foi realizada em todos os casos e com a utilização de expansor de tecido (18,7%) e implante-expansor (81,25%. A incidência de recorrência local e metástase a distância foi de 3,7% e 1,8% respectivamente. Os pacientes obesos e maior volume mamário apresentaram risco maior de complicações. Na análise multivariada e com ajuste de fatores de risco (IMC, peso da mama), as complicações foram maiores em pacientes submetidos a via de acesso hemi-periareolar e em mamoplastia. A mastectomia com preservação do CAP apresenta benefícios estéticos, todavia não é isenta de complicações. O sucesso do procedimento depende de planejamento coordenado com o cirurgião oncológico bem como aspectos técnicos intra-operatórios. Fatores de risco para complicações incluem o tipo de via de acesso, a obesidade e o peso do da mama
Título em inglês
Immediate nipple-areola sparing mastectomy reconstruction with aloplastic tissue: An outcome analysis of clinical and surgical predictive factors
Palavras-chave em inglês
Breast implantation/adverse effects
Breast implantation/classification
Breast implantation/ contraindications
Breast implantation/rehabilitation
Breast implantation/utilization
Breast neoplasms/ complications
Breast neoplasms/ rehabilitation
Breast neoplasms/genetics
Breast neoplasms/surgery
Mammaplasty/classification
Mammaplasty/rehabilitation
Mastectomy subcutaneous/classification
Mastectomy subcutaneous/adverse effects
Mastectomy subcutaneous/contraindications
Mastectomy subcutaneous/history
Mastectomy subcutaneous/rehabilitation
Mastectomy subcutaneous/utilization
Tissue expansion devices/adverse effects
Tissue expansion devices/classification
Tissue expansion devices/contraindications
Tissue expansion devices/utilization
Resumo em inglês
Nipple-sparing mastectomy (NSM) is increasingly offered to women for therapeutic and prophylactic indications. Although clinical series have been described, there are few studies describing risk factors for complications. The objective of this study is to evaluate the incidence of complications in a series of consecutive patients submitted to NSM and differences between clinical risk factors, breast volume and different incision types. In a cohort-designed study, 158 reconstructed patients (invasive/in situ cancer and high risk for cancer) were stratified into groups based on different types of incision used (hemiperiareolar, double-circle periareolar and Wise-pattern). They were matched for age, body mass index, associated clinical diseases, smoking and weight of specimen. Also included were patients treated with adjuvant chemotherapy and postoperative radiotherapy. Mean follow-up was 65.6 months. In 106 (67%) patients, NSM was performed for breast cancer treatment and in 52 (32.9%) for cancer prophylaxis. Thirty-nine (24.6 percent) patients were submitted to hemi-periareolar technique, 67 (42.4 percent) to double circle periareolar incision and 52 (33 percent) to Wise-pattern incision. The reconstruction was performed with tissue expander (18,7%) and implant-expander (81,25%). Local recurrence rate was 3.7 percent and the incidence of distant metastases was 1.8 percent. Obese patients and higher weight of specimen had a higher risk for complications. After adjusting risk factors (BMI, weight of specimen), the complications were higher for patients submitted to hemiperiareolar and Wise-pattern incisions. This follow-up survey demonstrates that NSM facilitates optimal breast reconstruction by preserving the majority of the breast skin. Selected patients can have safe outcomes and therefore this may be a feasible option for breast cancer management. Success depends on coordinated planning with the oncologic surgeon and careful preoperative and intraoperative management. Surgical risk factors include incision type, obesity, and weight of breast specimen
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-09-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.